Header Ads

Chumbo Grosso Manaus, em busca da valorização dos técnicos administrativos comissionados do estado


O Governo do Amazonas anuncia aumento para todos os servidores que ainda não tinham sido contemplados  mais esquece dos Comissionados do Estado, principalmente técnicos administrativos da UEA, da CGL, SEAD, que estão a mais de 10 anos por lá ralando.


Governador, manda teus secretários valorizarem técnicos antigos da casa, eles não são concursados, mais estão lá a mais de 10 anos trabalhando, e sabe Governador, o que eles irão ganhar qualquer dia desses da sua gestão.

“Um chute na Bunda, afinal todos são sem Vículo Empregaticio e sem direito a nada, a nada, 
poderia ser sentar no O mar, O mar, afinal isso é frase da atual Candidata a Prefeita;
“Vou sentar com O mar”.
E teus Técnicos comissionados, irão sentar aonde?

Sugestão:
Basta valorizar quem tem que ser valorizado, por tempo de casa, da uma promoção, já seria alguma coisa, pelo menos uma forma de ser grato.

1. Seguro desemprego para comissionados com mais de 2 anos, de 06 meses com percentual de pelo menos 01 salario minimo.

2. Credito apoio empreendimento, para demitidos com mais de 10 anos de casa, com valor  minimo de 5.000 reais, que poderão se pagos apos 6 meses de adquiridos em parcelas que não ultrapassem 50% de um salario minimo.
e por ai vai.

Explorados por uma lei que não me esforço para burla a lei do concurso público.

Vejam abaixo a mensagem do Governo do Amazonas:

O impacto anual na folha de pagamento do Governo do Estado será de R$ 43,9 milhões.
O governador Omar Aziz encaminhou a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas Projeto de Lei que altera a remuneração dos servidores da Administração Direta, Fundações  e Autarquias do Governo do Estado do Amazonas, integrantes do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração objeto da Lei 3.510, de 21 de março de 2010. De acordo com o Projeto de Lei (PL), o reajuste de 5,1042% visa recompor a perda do poder aquisitivo do servidor público estadual.
O aumento salarial tem como referência o Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) desse ano e é retroativo ao dia 1º de maio corrente.  Serão contemplados 25.420 servidores estaduais, sendo 23.400 da ativa e 2.020 inativos. Segundo a Secretaria Estadual de Administração e Gestão (Sead), o impacto anual na folha de pagamento do Governo do Estado será de R$ 43,9 milhões.
“De acordo com o governador Omar Aziz, o reajuste é para todos os servidores que ainda não tinham sido contemplados com a reposição salarial este ano nas suas respectivas datas-bases. “Nós já tínhamos feito a data-base dos trabalhadores da educação, polícia e bombeiros e caminhamos hoje para fazer a da saúde e de todas as outras secretarias, porque os servidores devem ter os mesmos direitos”, afirma”.
Omar Aziz ressalta que a valorização profissional faz parte de sua política de governo e que desde que assumiu o cargo vem negociando com os servidores, o que resultou na implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) de todas as categorias.  A negociação tem evitado a ocorrência de greves na esfera estadual, a exemplo do que vem acontecendo com servidores das universidades federais e professores de Estados como Bahia e Piauí. “Nós estamos cumprindo religiosamente e dando anualmente o reajuste, conforme o IPCA, na data-base dos professores”, enfatizou.
Fonte:

Um comentário:

  1. O que a colega da reitoria colocou e a mais pura verdade, o menor salario de um concursado aqui na UEA chega a 3.000 reias fora a famosa GATA, enquanto que os nossos foram reduzidos pela metade, isso o governador nao fala e nao temos niguem pra lutar por nos

    ResponderExcluir

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.