Header Ads

CGL DO AMAZONAS, UM BARRIO DE SUSPEITA E UM CABIDE DE EMPREGO E PRESIDENTE ETERNIZADO.

Mais uma básica da CGL,,,aiaia fede.
No dia de hoje(06/08/2013) o Deputado Marcelo Ramos estará na Tribuna (TVALE-99) denunciado procedimento da CGL que beneficou a ESCOLA MULTIMEIOS num contrato de 27 milhões

NOVA DENUNCIA CONTRA CGL-AMAZONAS DIA 31/07/2013.

CHUMBO GROSSO MANAUS, JÁ VEM AVISANDO POR MUITO TEMPO DO DESCASO QUE O GOVERNO FAZ COM ESTA INSTITUIÇÃO CHAMADA CGL, LA ESTA SE ETERNIZANDO UM GESTOR CHAMADO EPITÁCIO, QUE ERA UM MERO ASSESSOR NA UEA, ANTES DE ASSUMIR AQUELE LUGAR. E ATÉ HOJE ESTA POR LÁ, FORA O DESCASO DAS AUTORIDADES EM VEDAR OS OLHOS PARA AQUELE CABIDE DE EMPREGO, QUE FAZ CONTRATAÇÕES DE APADRINHADOS PARA SEREM MEMBROS PARA FISCALIZAR LICITAÇÕES.

QUE CONTRATA MUITOS COMISSIONADOS COM MAIS DE 10 ANOS LÁ, E NÃO FAZ CONCURSO PÚBLICO.
NOSSO DINHEIRO JOGADO NA LAMA COMO SEMPRE.







04/04/2013 21h58 - Atualizado em 05/04/2013 00h19

Licitação para compra de alimentos do Governo é suspensa pelo TCE-AM

 

Em nota, a Agência de Comunicação do Estado do Amazonas (Agecom) informou que a CGL disse que ainda vai decidir se recorre da decisão ou se faz alterações no edital do concurso.

Mais tem Deputado de olho nesta cagada leiam:

Marcelo Ramos vai protocolar representação contra direção da CGL por improbidade administrativa


Em seu discurso desta quarta-feira (26) no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB) disse que encaminhará até sexta-feira (29) uma representação por improbidade administrativa contra o presidente da Comissão Geral de Licitação (CGL) do Estado do Amazonas, Epitácio de Alencar da Silva.

Marcelo Ramos disse que há duas semanas solicitou a Epitácio, com base na Lei de Acesso a Informação, cópia integral do processo de licitação do pregão eletrônico da compra de pão para merenda escolar da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e até hoje não obteve resposta.

Segundo o deputado, se a informação não for prestada no tempo determinado pela lei gera descumprimento e tal ato isso é passível de improbidade administrativa. 


“A Lei de Acesso a Informação é clara: Qualquer pedido de informação pública tem que ser prestada imediatamente”, afirmou o parlamentar,destacando que a “CGL tem obrigação de lhe conceder a documentação, onde consta que o quilo do pão custa R$ 9”. 

Marcelo Ramos disse que a partir de agora procederá da seguinte forma: ao protocolar um pedido de informação e passada uma semana não obter resposta vai “entulhar o Ministério Público do Estado (MPE) de representações por improbidade administrativa”. 


Estacionamento de veículos pesados

Na condição de presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade da ALEAM, Marcelo Ramos cobrou um posicionamento da Prefeitura de Manaus que faça cumprir a lei que impede que carretas, baús, caminhões, fiquem estacionados em qualquer ponto da cidade sem nenhum critério. 

Na opinião do deputado, a tendência de acidentes com esse tipo de veículo parado, o que é comum em Manaus, sem nenhuma sinalização. 


Os entulhos, principalmente carros velhos e eletrodomésticos também são proibidos por lei e precisam ser retirados das ruas. “Existem regras estabelecidas para coleta de entulhos”, destacou Ramos. 

Luta nacional

O deputado defende ainda, penas mais rígidas para os crimes de trânsito, pelo fato de não só a pessoa se negar a fazer o teste do bafômetro, ainda que seja caracterizado que esteja sob o efeito de drogas ou bebidas. 

“O crime tem modalidade dolosa, mas ninguém vai para a cadeia por crime de trânsito, apesar de saber da ilegalidade de beber e dirigir”, mencionou Ramos. 

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.