Header Ads

PRESIDENTE DO DCE/UEA TEM MATRÍCULA CANCELADA DURANTE SUA GESTÃO OU SEJA, NÃO TEVE TEMPO PARA ESTUDAR, O QUE ELE FAZ NA UEA ENTÃO?






Denúncia Anônima de alunos contra Gestão atual do DCE/UEA.

            No dia 20 de dezembro de 2011 ocorreu a eleição para o Diretório Central dos Estudantes da UEA com apenas uma chapa concorrendo, chapa essa presidida pelo aluno do curso de geografia Janderson Pena Teixeira. A eleição teve mais de duas mil votações que ocorreram nas cinco unidades de ensino da capital e em várias outras do interior, a nova direção do DCE/UEA tomou posse no dia 12 de março de 2012 na Escola Superior de Artes e Turismo (ESAT), na época dirigida pelo Prof. Dr. Raimundo Barradas, hoje vice-reitor, que na época cedeu um espaço na ESAT para que o DCE/UEA estabelecesse sua sede.
           
O DCE/UEA é composto por um grande número de diretores e secretários e suas atividades são desconhecidas, pois, além de duas festas para recepção dos calouros na EST (festa essa que não teve apoio dos acadêmicos e ficou às moscas), uma mesa redonda sobre a Cidade Universitária com intenções políticas em algumas unidades e uma baderna em forma de protesto na sede do governo para pressionar a saída do reitor a época prof. José Aldemir, nada foi feito por essa direção! Nenhum evento esportivo, nenhuma representação ativa dos reais interesses estudantis.

Aliás, falando em política, vários dos membros do DCE/UEA são filiados ao PCdoB, tendo inclusive, benefícios trabalhistas com isso. Janderson Teixeira trabalha na SEPROR, administrado por Eron Bezerra, marido da senadora Vanessa Graziotin, ambos filiados ao PCdoB.
Maick Soares, também membro do DCE/UEA e também filiado ao PCdoB, trabalha na SEJEL que é administrada pelo partido citado.


As intenções desse grupo a frente do movimento estudantil da UEA é, obviamente, fazer política em benefício de seus interesses pessoais e partidários. Nas eleições de 2012 o DCE/UEA espalhou panfletos de difamação ao candidato a prefeito na época Artur Neto, tentativa clara de beneficiar a candidata do seu partido, além de abandonarem suas atividades acadêmicas para se dedicarem à campanha eleitoral de seu partido.

Abandonar as atividades acadêmicas não é novidade para esse grupo que se denomina de “Estudantes”.


O Presidente Janderson Teixeira ingressou na UEA por meio de vestibular no ano período de 2005/2. Todos os alunos da ENS são sabedores de que ele só aparecia na instituição para fazer articulações políticas e raramente entrava nas salas para assistir pelo menos um tempo de aula, sendo reprovado em várias disciplinas e em outras trancava. O curioso é que essa matrícula foi CANCELADA! Disponível no portal da UEA na internet que uma outra matrícula foi efetuada no período de 2011/1 no mesmo curso e também por meio de vestibular. Sua intenção era evitar que sua matrícula fossa cancelada (jubilada) por conta do abandono das atividades.
Ora, como pode uma matricula ser cancelada e outra ser efetuada no período de sua administração a frente do DCE/UEA? No mínimo ele ficou sem matrícula por algum período de tempo, o que o impossibilitaria de estar à frente do movimento estudantil da UEA.

Outro caso curioso é que nenhuma diretoria eleita na UEA tem um mandato por mais de dois anos e a atual direção do DCE/UEA completa esse período em março de 2014 e nenhuma eleição para o pleito está sendo organizada.

COMO A UEA PODE TER UM MOVIMENTO ESTUDANTIL E POLÍTICO QUE NÃO ESTUDA E É FORMADA PELA CÚPULA DO PC do B. 


Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.