Header Ads

Fazendo Justiça e dando uma cutucada – A obra mais importante de Omar Aziz


Devo admitir Omar que esta foi sem duvida uma grande  obra de cunho social, Parabéns.

Apenas para lembra-lo, com o pagamento feito a Andrade Gutierrez de 93 milhões daria para construir pelo menos 4 centros afinal custou 16 milhões este, que pena que você e olho grande.
Mais Parabéns de novo.


O governador Omar Aziz inaugurou dia 28 de março, o Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz, o primeiro da rede pública estadual de saúde do Amazonas, e classificou a obra como uma das mais importantes da sua gestão. “De todas as obras que eu pude inaugurar nesses quatro anos, nenhuma tem a importância desta, que tem um efeito multiplicador. Agora podemos dizer às mães e aos pais que eles não estão mais sozinhos nesta luta”, frisou.
Acompanhado da presidente do Fundo de Promoção Social (FPS) e primeira-dama do Estado, Nejmi Aziz, do vice-governador, José Melo, do prefeito de Manaus, Arthur Neto, e do bispo auxiliar emérito de Manaus, Dom Mário Pasqualotto, além de deputados estaduais, federais, vereadores e secretários de Estado, o governador ressaltou a importância da obra para a sociedade, por se tratar de um serviço de saúde com grande impacto social ao contribuir para melhorar a segurança pública que, de acordo com ele, não deve ser vista apenas por meio de ações de combate e repressão ao tráfico de drogas.
“Não basta implantar esquema de segurança para prender o traficante ou o marginal. É preciso também abrir espaço para quem quer se recuperar desse vício tão terrível, que afeta jovens, desfaz famílias e muitas vezes não tem volta”, disse o governador.
Omar Aziz ressaltou o apoio que o Governo do Estado sempre recebeu no combate às drogas a partir do trabalho de instituições que cuidam de dependentes químicos, como a Fazenda da Esperança e a instituição Mundo Novo. Ele disse ainda saber que, dos mais de 100 internos que o Centro deve receber a cada três meses, nem todos conseguirão ser recuperados. O governador ressaltou, no entanto, que se, entre os atendidos nesse período, apenas dois forem reintegrados à vida familiar e social, já será uma grande vitória para a sociedade amazonense.
Esperança – Presentes à cerimônia de inauguração do Centro de Reabilitação em Dependência Química, o jovem Celso Soares da Silva e a mãe dele, Mariluce da Cruz Soares, relataram o sofrimento pelo qual passam os dependentes e familiares. “Não posso prometer para a minha mãe que nunca mais usarei drogas, mas posso dizer que hoje isso não vai acontecer e eu gostaria de agradecer a todos que estiveram e estão envolvidos na minha recuperação”, disse Celso.
Para Mariluce, instituições como o novo Centro trazem conforto aos pais que, muitas vezes, não sabem a quem recorrer e nem possuem condições financeiras para buscar tratamento para os filhos dependentes químicos. É, segundo ela, uma esperança para milhares de mães que sofrem o mesmo drama.
Estrutura - Localizado no quilômetro 53 da Rodovia AM-010, que liga Manaus ao município de Rio Preto da Eva, o Centro de Reabilitação em Dependência Química vai oferecer, em um espaço de cinco mil metros quadrados de área construída, serviço especializado, com modelo de atendimento multidisciplinar, para internação e tratamento de adolescentes e adultos com alto grau de dependência do álcool e outras drogas. O investimento do Governo do Estado para construir e equipar o novo serviço foi da ordem de RS 16,9 milhões.
O Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz foi construído no Km 53 da Rodovia AM-010, que liga Manaus ao município do Rio Preto da Eva. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o Centro tem capacidade para internar 120 pacientes, por um período de 90 dias. “Na unidade, os pacientes terão, além do acompanhamento médico, todo o suporte terapêutico para auxiliar na recuperação de seu quadro de saúde”, informa o secretário. Uma equipe multidisciplinar, formada por quase 150 profissionais (incluindo médicos, psicólogo, pedagogo, educador físico, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, entre outros) atuará no atendimento.
O acesso dos pacientes aos serviços do Centro de Reabilitação em Dependência Química  Ismael Abdel Aziz será por meio da Rede de Atenção Psicossocial do Estado, que inclui 22 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) – três localizados em Manaus e 19 nos municípios do interior do Estado –, as Policlínicas e o Pronto-Atendimento Humberto de Mendonça e, a partir de setembro, também por meio do CAPS Antidrogas, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa Manaus). “Estas unidades funcionarão como porta de entrada para o Centro, fazendo o encaminhamento dos casos que se enquadrem no perfil de atendimento”, detalha a responsável pela Coordenação Estadual de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, Lourdes Siqueira.  
Além do acompanhamento médico, os pacientes atendidos no Centro de Reabilitação em Dependência Química participarão de atividades terapêuticas, que incluem oficinas de artesanato, música, informática, corte e costura, panificação, piscicultura, jardinagem e horticultura. Os produtos produzidos serão vendidos em duas lojas instaladas no local. Também terão atividades de esporte e lazer. Outro diferencial do serviço é que as famílias estarão envolvidas diretamente nas atividades de recuperação do paciente. Como apoio para orientação sobre os serviços oferecidos no Centro de Reabilitação em Dependência Química e como utilizá-los, será disponibilizado o telefone 9220-0399.


Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.