Header Ads

Marcelo Ramos 40 lança plataforma colaborativa e analisa conjuntura das candidaturas no Amazonas

Marcelo Ramos - Candidato ao governo do Amazonas - 40

O cenário atual das candidaturas ao governo do Amazonas foi analisado pelo deputado estadual e candidato majoritário Marcelo Ramos (PSB), nesta quarta-feira, durante a entrevista de lançamento da plataforma colaborativa para construção do Plano de Governo.
Ramos enfatizou que do ponto de vista eleitoral, a retirada de candidaturas, que poderiam ser oposição ao grupo que está governando o Amazonas, beneficia a sua chapa. “Somos o único pólo que reflete uma alternativa real de mudança, entretanto do ponto de vista político.
Lamento, porque isso empobrece o processo eleitoral”, argumentou.
“Na opinião do candidato, com a retirada dessas candidaturas, o eleitor passa a ter menos opções, assim como as pessoas tendem, cada vez mais, a desenvolver descrédito por alguns políticos”, criticou, completando que a “briga” entre os dois outros candidatos não é o principal mote dessa eleição.
“A briga entre candidatos não muda a vida das pessoas. Não diminui o tempo de espera de cirurgias no Adriano Jorge, não acelera a analise de biopsias na FCECON, não diminui o alarmante número de homicídios, não melhora a educação no Amazonas. O que muda a vida das pessoas não é o ódio, é a esperança!”, disse Marcelo.

Plataforma colaborativa
Ao anunciar o lançamento da plataforma colaborativa para a construção do Plano de Governo para o Amazonas, enfatizou que  atualmente, a tecnologia deve estar a serviço da democracia.
De acordo com Ramos, no atual cenário da política, os candidatos  precisam utilizar o que existe de mais moderno no campo tecnológico. “A política precisa de governantes que usem a inteligência aliada a tecnologia, instrumento fundamental”, analisou.
As diretrizes do plano de governo estarão disponíveis no endereço, www.marceloramos40.com.br e também em aplicativo para dispositivos móveis que poderá ser baixado gratuitamente. A princípio para o sistema android (play store) e está em processo de aprovação na app store com o nome “diretrizes am”. Ele lembrou que não deve existir no país, uma experiência de construção de plano de governo realizada pelo celular.  “Faremos uma campanha de vanguarda”, disse.
Na plataforma será possível qualquer cidadão contribuir para elaboração de propostas, assim como criticar pontos que não atendam suas necessidades e sugerir alterações. As diretrizes foram estabelecidas para elaboração do plano de governo e amplamente debatidas no âmbito da aliança nacional (PSB-REDE), além de discutidas regionalmente de acordo com a realidade local e regional. Elas servirão de base e orientação para o estabelecimento dos compromissos de governo.

“Estamos no século 21, então é imprescindível que a tecnologia seja usada. Com certeza faremos a diferença, pois qualquer cidadão poderá contribuir com as proposta de qualquer lugar, basta ter um celular”, concluiu.
Sobre a construção das diretrizes do plano de governo, explicou que diversos representantes da sociedade civil participaram dos debates.
Entre os pontos das diretrizes que o candidato ao governo do Estado destacou, estão: transformar o Fundo de Fomento ao Turismo Infraestrutura, Serviço e Interiorização do Desenvolvimento do Estado do Amazonas  (FTI) em  Fundo de Participação Estadual (FPE), com repasse financeiro em conta específica e proporcional à população dos municípios; dar autonomia total à Universidade do Estado do Amazonas (UEA); alavancar  o setor primário da economia , saindo de 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB) para 10%; dar uma solução definitiva ao Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) para que funcione em sua plenitude e ampliar e aprimorar o programa “Ronda no Bairro”, para garantir tranqüilidade e segurança às famílias.


As Diretrizes do 40 -         

http://www.marceloramos40.com.br/diretrizes/

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.