Header Ads

É o que temos no momento - Omar José Abdel Aziz - Senador eleito para 2015

Quem é Omar José Abdel Aziz – Senador do Amazonas em 2015


Omar José Abdel Aziznascido em 13 de agosto de 1958 na cidade de Garça em São Paulo em uma família de mistura árabe e italiana, Omar já ocupou o cargo de vereador em Manaus e deputado estadual na década de 90.
Em 1996 foi eleito vice-prefeito de Manaus na chapa com Alfredo Nascimento.
Em 2000, reelegeu-se vice-prefeito, novamente com Alfredo Nascimento na cabeça da chapa, mas em maio de 2002 deixou o cargo para concorrer ao governo do Amazonas, junto com Eduardo Braga como governador.
Em 2006, reelegeu-se junto com Braga. Licenciou-se do cargo em 2008 para se candidatar a prefeito de Manaus pelo PMN, tendo conquistado a terceira colocação.

Em 31 de março de 2010 com a renúncia de Eduardo Braga, que foi disputar ao Senado, Omar Aziz assume o governo do Estado de Amazonas, e concorre à reeleição, tendo como principal adversário seu antigo aliado, Alfredo Nascimento, então senador. Em 3 de outubro, Omar Aziz é reeleito governador do Amazonas com mais de 940.000 votos, quase 64% do eleitorado amazonense. Tem como vice-governador o professor José Melo. Em 1 de janeiro de 2011, o governador Omar Aziz e o vice-governador José Melo tomaram posse. Neste mesmo ano, Aziz deixa o PMN para ser um dos fundadores do PSD. É casado com Nejmi Jomaa Abdel Aziz, com quem têm três filhos, Emjen, Enzo e Johara.

Em 4 de abril de 2014, Omar Aziz renunciou ao Governo do Amazonas para disputar uma vaga no Senado Federal. O vice-governador, José Melo, assumiu seu lugar.

Promessas de campanha segundo Jornal Acrítica em Abril/2014

De acordo com reportagem no portal A Crítica, Omar Aziz deixa o comando do Estado com uma lista de promessas de campanha cumpridas, como o Ronda no Bairro, outras em marcha lenta como a duplicação da AM-070, e algumas que figuram na propaganda oficial, mas que sequer saíram do papel, como a cidade universitária.

A matéria cita, ainda, que em 2012, Omar fez o lançamento do projeto da Cidade Universitária da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). À época, a expectativa do governo era inaugurar ao menos a primeira etapa do complexo (reitoria, alojamentos e um dos prédios de salas de aula), no município de Iranduba. No entanto, nem as obras do acesso à área onde será construída o campus ficaram prontas dentro do prazo, março deste ano.

A duplicação da rodovia AM 070 (Manoel Urbano), que liga Manaus aos municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão, segue em ritmo lento.

No rol das obras não concluídas até a renúncia de Omar está o Hospital Muhammad Amin Ismail Abdel Aziz – o ‘Hospital da Zona Norte’, promessa de campanha do governador.

Também na área da saúde, Omar prometeu, durante a campanha, a implantação de um sistema digital que usaria um cartão magnético para manter o registro de todas as informações médicas dos pacientes, com o objetivo de agilizar o atendimento. O sistema não foi nem cogitado durante a gestão.


Dados do Sistema Integrado de Controle e Gestão de Obras Públicas (Sicop) da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf) revelam que 27 obras públicas estaduais, que somam R$ 1,63 bilhão, estão paradas. Entre elas está a construção de 1.422 residências no conjunto habitacional Cidadão 5, a construção do Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) do bairro Tancredo Neves, a construção de quatro núcleos do projeto Jovem Cidadão e a implantação do monotrilho.
Fonte:
Google,

http://www.portalbare.com.br/site/noticia/omar-deixa-governo-com-promessas-de-campanha-inacabadas/#.VJQhcsBuA

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.