Header Ads

Euro despenca na abertura do mercado asiático, abaixo de US$ 1,1

EUROPA - O euro, a moeda única europeia, abriu em forte queda no mercado asiático nesta segunda-feira (dia 29, horário local), abaixo de US$ 1,1, afetada pelo medo de colapso financeiro da Grécia e temor de uma possível saída do país da zona do euro.
A Grécia enfrenta atualmente "uma queda de braço" com os credores de sua dívida (União Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu). O país precisa fechar um acordo com esses credores para obter ajuda financeira e pagar ao FMI a parcela de 1,6 bilhão de euros, cujo prazo vence em 30 de junho. Para receber essa ajuda, a Grécia deve fazer as reformas econômicas que os credores exigem, como aumento de impostos e cortes na aposentadoria - mudanças que o governo se nega a fazer. Caso não haja acordo, a Grécia entra em situação de calote e pode deixar o euro.


Na sexta-feira passada, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, surpreendeu os sócios europeus ao convocar um referendo.
Já aprovada no Parlamento, a consulta pedirá à população que decida se o país deve aceitar ou não as reformas exigidas em troca de ajuda financeira.
A data escolhida para o referendo, porém, foi 5 de julho - depois de vencido o prazo para pagar a dívida, em 30 de junho, dia em que também expira o atual programa de resgate financeiro da Grécia. O país pediu aos ministros de Economia da zona do euro que esse programa fosse ampliado por mais alguns dias, mas esse pedido foi negado.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.