Header Ads

De cara a arte de enxugar gelo.

Artigo Semanal Marcelo Ramos
Sempre que faço palestra sobre o Sistema Carcerário no Amazonas começo perguntando quem concorda que os presos devem ser tratados como bicho, em celas superlotadas, comendo como porcos e sujeitos a violência de todo tipo na cadeia.
A maioria sempre concorda com isso. Talvez você que me lê agora também concorde. Pois sempre tenho uma triste notícia para os que concordam.
A notícia é a seguinte. Esse cidadão que foi tratado como bicho, custa aos cofres públicos por volta de 2 mil reais por mês e, considerando que o Brasil não tem nem prisão perpétua e nem pena de morte, ele vai voltar pra sociedade!
Vejam como a lógica é tola. O Estado encarcera alguém, gasta com ele dinheiro do contribuinte e depois devolve ele pra sociedade muito pior do recebeu!
É a cara arte de enxugar gelo.

Essa arte também tem outros cenários. Aqui no Amazonas o governo gasta mais de 1 bilhão com segurança pública e os homicídios só aumentam. E, quanto mais gasta, mais os homicídios aumentam. Que o diga a onda de mortes nos últimos dias.
Essa constatação demonstra a falência de uma lógica meramente repressiva na segurança pública. É preciso repressão firme ao crime, mas se não for acompanhada de medidas que resgatem as esperanças e os sonhos das nossas crianças e adolescentes com a escola, elas continuarão depositando suas esperanças e sonhos nas drogas e na violência.
E seguirmos com a cara arte de enxugar gelo, onde pra cada bandido que matam surgem dezenas para substitui-lo, cada um que prendem volta pior do que entrou e que bilhões viram pó diante da falta de políticas sociais completares à ação repressiva.
Repressão sem investir em escola, esporte cultura, sem resgatar praças e espaços coletivos de lazer, sem alimentar o coração e a alma de crianças é seguir enxugando gelo.

Marcelo Ramos - Advogado e Escritor

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.