Header Ads

Robério Braga profetizou sobre o legado da Copa em Manaus

Chumbo Grosso – a poucos dias de deixar exercer o mais extenso cargo comissionado de todos os tempos  e da um chute no FECANI de Itacoatiara o Secretário de Cultura do Amazonas é lembrado pelo Blog por sua valiosa profecia.

Profecia de Robério - “Duvido que o município terá algum legado depois da realização do Mundial”.

Profecia - O secretário de Cultura do Amazonas, Robério Braga, criticou no dia 26/03/2014, Manaus como cidade-sede da Copa do Mundo de 2014. Na audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, o político duvidou que o município terá algum legado depois da realização do Mundial.
Braga já havia questionado a permanência de Manaus como uma das cidades que receberão partidas da Copa do Mundo. Mesmo depois de confirmada na competição, ele manteve o tom crítico.
"Todas as vezes que fui procurado pela equipe que articula a Copa, eu duvidada da permanência de Manaus na Copa. E duvidada e continuo a duvidar que os resultados possam ser esses que entusiasticamente alguns procuram transmitir à população", afirmou.

Braga fez críticas desde a quantidade de turistas que Manaus vai receber nos meses de junho e julho, o parque hoteleiro, a mão de obra pouco qualificada e até a própria cidade. "A cidade deixa muito a desejar. Qualquer pesquisa e qualquer caminhada de qualquer manauense nas ruas de Manaus constata que o que temos, por uma herança de 30 anos, pelo menos, é muito deficiente para se mostrar ao mundo. Portanto, nós temos que ser seletivos para mostrar ao mundo, e esse tem sido o esforço mais recente que eu tenho acompanhado", disse.

Se o secretário tinha um discurso, o governador do Estado na época, Omar Aziz, tinha outro totalmente diferente. Na inauguração da Arena Amazônia, ao ser questionado pela ESPN sobre o legado do estádio, Aziz respondeu que isso não era problema da imprensa do sul.
Manaus recebeu quatro jogos da Copa do Mundo, todos da fase de grupos.

E o que sobrou desse legado em Manaus 1 ano depois?
Aeroporto - Ainda não foi reinaugurado, mas os custos da obra já estão 21,2% maiores que o previsto, em R$ 417 milhões. Faltam concluir partes do estacionamento, do saguão de desembarque e do check-in doméstico.
Arena Vivaldo Lima - Foi inaugurada e recebeu a Copa antes de ser concluído – as obras só acabaram depois da competição. Desde então, deu prejuízo e se vê obras em seu entorno por fazer ainda.

Mobilidade Urbana - O monotrilho foi retirado do projeto e não saiu do papel. O mesmo aconteceu com o BRT (Bus Rapid Transit). Em fevereiro de 2014, a Prefeitura iniciou a implantação de corredores exclusivos para ônibus, que são utilizados hoje por 45 linhas e a ineficiência continua a mesma com quase todo trecho precisando de reformas.

Quadrilátero da Copa – quase todo por concluir e pelo andar da carroça deve ser concluído após a reencarnação de Arthur e Jose Melo.
Emprego e Renda – apenas para cargos comissionados inclusive os criados antes da copa para gerenciar o qual beneficiou o irmão do governador José Melo e parte da cúpula da Policia Civil do amazonas por algum tempo. O povo que se F...

Em 2015 a desculpa – “Estamos em crise no País”, frase comumente usada pelo Gestor de Manaus (Arthur Neto PSDB)  e do Amazonas (José Melo Governador) quando questionados sobre qualquer aumento a funcionários públicos e para conclusões de obras.

Ronaldo Aleixo – Adm Chumbo Grosso Manaus

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.