Header Ads

Dilma usa suas frases sem nexo na Paraíba para justificar suas loucuras.

"Eu quero dizer para vocês que um governo faz escolhas. um governo escolhe" , Dilma Rousseff.

BRASIL - A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (4) que é compromisso do governo manter os programas sociais minha casa minha vida e o fies, de financiamento estudantil. ela disse que o país "não pode voltar atrás" e "não pode perder esses programas".
Mais cedo, em entrevista a rádios da Paraíba, Dilma disse que o governo cortou "tudo o que poderia ser cortado", em referência ao Orçamento de 2016, entregue com previsão de déficit de R$ 30,5 bilhões. E afirmou que não cortou os programas sociais. Ela voltou ao tema em discurso de entrega de casas em Campina Grande (PB).

"Nós não podemos voltar atrás, nós não podemos perder aquilo que já conquistamos", Dilma Rousseff.

O Minha Casa Minha Vida, não podemos perder, nós não podemos perder o Fies. Essa parte é compromisso do governo. O governo tem de zelar para que isso não ocorra", afirmou.
Durante o discurso, Dilma disse ainda que o governo "escolheu" gastar com o programa Minha Casa Minha Vida.

"Eu quero dizer para vocês que um governo faz escolhas. Um governo escolhe, vou gastar nisso ou naquilo. E nós escolhemos gastar com casa própria das pessoas que mais precisavam, das famílias que mais precisavam", disse Dilma Rousseff.

'Ter fé'
Dilma falou também sobre o momento de crise econômica pela qual o Brasil passa. Ela disse que é preciso "ter fé" no país, que sairá da crise econômica "muito mais rápido", porque "nós nos unimos e juntos somos capazes de superar este momento".

"Então eu digo para vocês, olhando para o dia 7 de setembro, nós temos de primeiro ter fé neste país, ter fé na nossa própria força. Não sai de ninguém, não sai de uma força externa, não sai de outro país a força para superar as dificuldades", afirmou a presidente.

Dilma disse ainda que as pessoas devem colocar o interesse do Brasil acima de interesses partidários e convicções pessoais para o país superar o momento de dificuldade.

"Todo mundo, independente do interesse partidário, do interesse e da convicção de cada um de nós, nós temos de primeiro olhar o bem do Brasil, o bem deste país. É como na sua casa, na casa de cada um de vocês. Na dificuldade, se todo mundo ficar junto, supera mais rápido", disse Dilma.

'Dialoga Brasil'

À noite, já na capital João Pessoa, Dilma participou de evento de divulgação do "Dialoga Brasil", site lançado pelo governo federal que permite o envio de críticas e sugestões pela população sobre os programas conduzidos pelo país. Ela também se reuniu com empresários locais.
No evento, a presidente voltou a afirmar que é a favor de todos os tipos de manifestações, ainda que sejam contrárias ao seu governo. Antes e durante a fala de Dilma, a platéia gritou "não vai ter golpe".
"Mas essa manifestação não pode levar nem à violência nem à intolerância. Nós somos um país que, não só é tolerante pela própria natureza, tolerante pela forma como convivemos com as nossas diferenças, mas também porque  sabemos que o preço da intolerância é a divisão, é transformar o outro em inimigo", afirmou a presidente.
Antes do início do evento, um grupo de dez pessoas levou faixas contra o governo da presidente Dilma para o local. Não houve nenhum tipo de confusão.

Fonte - G1



Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.