Header Ads

O Amazonas quer saber qual igarapé do PROSSAMIM foi recuperado com tanto dinheiro emprestado?

Já passaram pelo Governo do Amazonas Eduardo Braga, Omar Aziz e agora José Melo que com toda certeza não podemos esperar nada.

O Projeto PROSSAMIM tinha e tem como principal foco recuperar os Igarapés por onde passasse e dar moradia digna aos que ali residiam e residem, mais o que vemos hoje são obras na maioria prontas com esgoto a céu aberto. Todos os bueiros públicos de Manaus estão do mesmo jeito, interligados aos igarapés. E a grande pergunta é, cadê o poder publico e a sociedade para fiscalizar, cadê o dinheiro que foi aplicado na recuperação dos igarapés que continuam mortos?

Em 2012 quando Melo era Vice-Governador o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF)veio para avaliar um  plano de R$ 198 milhões para recuperar igarapés de Manaus, estamos em 2015 e me digam apenas um igarapé recuperado?
Leiam.

COMITIVA em 2012  - Uma comitiva do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) esteve em Manaus para conhecer as áreas que o Governo do Amazonas planeja recuperar com obras do Programa Social e Ambiental de Manaus (Prosamim). 
No projeto em questão, seriam recuperados os igarapés da Sharp, no bairro Armando Mendes, Zona Leste; do Bindá, no bairro da União, Zona Centro-Sul; do SESC, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste; e do São Sebastião, no bairro Petrópolis, Zona Sul da capital.
Um grupo formado por ambientalistas, consultores e executivos do banco foi recepcionado pelo vice-governador, José Melo, e pela titular da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), Waldívia Alencar.  

A visita é decisiva para o financiamento de obras de revitalização de igarapés projetadas pelo Governo do Estado nesses locais. “Vamos definir o investimento que o governo precisa para a execução de quatro projetos aos moldes do Prosamim”, explicou o vice-governador.

José Melo também avalia como positivas as primeiras impressões da comitiva a respeito do projeto. “Eles demonstraram uma grande satisfação a cada resposta técnica quando mostramos a mesma filosofia apresentada a grupos como o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e Governo Federal através da Caixa Econômica. Exemplificamos os benefícios que o financiamento do CAF pode trazer para essas pessoas que vivem em condições precárias de moradia”, disse.

 Imagem: google-Chico Batata



 Imagem: Ronaldo Aleixo

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.