Header Ads

Operação Tripo X - Lula e Patroa são intimados como investigados em São Paulo

¨Será que Marisa é Encarregada de Obra, a Construtora não soube informar o que ela fazia fiscalizando as obras de reformas que juntamente com os moveis consumiram mais de 1 milhão de reais, vamos ao fato", Chumbo Grosso.

BRASIL - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a sua mulher Marisa Letícia foram intimidados pelo promotor de Justiça Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, para prestarem depoimento sobre o triplex da família no Guarujá, litoral de São Paulo, construído pela OAS, umas das investigadas na Operação Lava Jato . O depoimento foi marcado para o próximo dia 17.

Além deles, o empreiteiro José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, ligado à OAS também prestará esclarecimentos. Segundo o promotor, o ex-presidente e Marisa vão depor como investigados.
A procuradoria suspeita que houve tentativa de esconder o verdadeiro dono do apartamento, o que configuraria crime de lavagem de dinheiro. O promotor afirmou que irá oferecer denúncia à Justiça contra o ex-presidente, informação publicada pela revista Veja no último fim de semana.
À Justiça Federal, Lula declarou possuir uma participação em cooperativa habitacional no valor de R$ 47 mil. A cooperativa é a Bancoop que, com graves problemas de caixa, repassou o empreendimento para a OAS.
Há dois dias, a 22.ª fase da Operação Lava Jato, denominada Triplo X em referência ao tríplex, tinha entre os alvos as transações envolvendo o imóvel.
Em seu despacho sobre a operação, o juiz federal Sergio Moro afirma haver a suspeita de que a empreiteira OAS “teria utilizado o empreendimento imobiliário no Guarujá para repasse disfarçado de propina a agentes envolvidos no esquema criminoso da Petrobras”.
Lula e a equipe de advogados dele se reúnem nesta sexta-feira (29) para traçar estratégia de defesa.


Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.