Header Ads

Por: Marcelo Ramos - A quem apelar.

Essa sequência de imagens diz muito sobre o momento político que estamos vivendo.
Matéria do jornal noticia a morte de um bebê internado numa UTI improvisada em Jutai,  onde o capacete de oxigênio é uma garrafa PET.
Vem a manchete do Jornal e pergunta: A quem apelar?
Na foto abaixo os deputados usam o espaço da Assembleia Legislativa para fazerem ato em apoio ao governador. 
Renovo a pergunta do jornal: a quem apelar?
É dos deputados a responsabilidade de fiscalizar os atos do Executivo, de tomar medidas contra descuidos como o noticiado pelo jornal, mas no dia em que o jornal publica a trágica notícia, nossos nobres deputados preferem bajular o governador.
Não quero entrar no mérito de se o governador deve ficar ou sair - isso é uma decisão que cabe à Justiça (eu até acho que deve ficar, já que o segundo colocado também não serve para nos governar) - mas na Assembleia o momento é mais de refletir e cobrar a crise da saúde pública que provoca a morte de crianças do que dessa marmota vergonhosa que lá estão promovendo.
Quisessem os deputados mostrar sua bajulação ao governador que fizessem nas suas casas, que alugassem um clube, uma casa de chás, mas não nas dependências de um Poder que deve ser independente.
Montesquieu que, no seu O Espírito das Leis,  teorizou a tripartição de poderes e o sistema de "checks and balances" deve estar se revirando no túmulo com essa ridícula manifestação que ocorre dentro da sede do Pode Legislativo.


Marcelo Ramos

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.