Header Ads

Lava Jato – Irmã de Aécio Neves, Lula e FHC citados em nova delação de Pedro Corrêa

BRASIL - A delação premiada do ex-deputado federal pernambucano Pedro Corrêa (PP), fechada no último dia 14, deve citar políticos da base do governo e da oposição, segundo a Folha de S.Paulo.
Além de Lula, que, segundo a revista Época, tem tudo para ser o personagem principal do relato, o ex-presidente do PP também deve revelar fatos sobre o ministro do TCU Augusto Nardes, o senador Aécio Neves e o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso.

De acordo com a Folha, que teve acesso a trechos da delação, o documento afirma que, entre 2003 e 2005, quando Nardes era deputado federal pelo PP, ele estava entre os nomes da bancada da Câmara que recebiam propina arrecadada pelo deputado José Janene (morto em 2010) junto à Petrobras e outros órgãos com diretorias indicadas pelo PP.
Corrêa, preso desde abril de 2015 pela Operação Lava Jato, também apresentou uma lista de operadores de propina e incluiu o nome de Andrea Neves, irmã de Aécio Neves e uma de suas principais assessoras, como a responsável por conduzir movimentações financeiras ligadas ao tucano.
Ainda segundo a Folha, o ex-deputado apresentou um anexo sobre o governo FHC, que tem como foco a votação que aprovou a emenda constitucional possibilitando sua reeleição em 1997. De acordo com o relato, o ex- presidente contou com apoio financeiro do empresariado para aprovar o projeto da reeleição.
Os relatos do ex-deputado podem comprometer aproximadamente 100 políticos, entre eles dois ministros do atual governo: Jaques Wagner, da Casa Civil, e Aldo Rebelo, da Defesa.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.