Header Ads

AMAZONAS NA LAMA – Eduardo Braga e Arthur Neto na delação de Machado.

AMAZONAS - Em delação premiada em que disse que repassou propina para mais de 20 políticos de vários partidos, o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, faz citações ao prefeito de Manaus Arthur Neto (PSDB) e ao senador Eduardo Braga (PMDB). As declarações estão nos depoimentos tomados pela força-tarefa de investigadores da operação Lava Jato, que foram tornados públicos nesta quarta-feira (15), após decisão do ministro Teori Zavascki, que retirou o sigilo do processo.


Na delação, o MPF pediu que Machado esclareçesse um trecho em que afirmou em uma conversa com Renan e Sarney no dia 11 março de 2016 em que disse que  " ... porque todo político tá assim. Não tem nenhum. Quem é que nunca pediu dinheiro? Zé Agripino, Aécio, Arthur (Virgílio) ...... Aloysio". Sobre a passagem, Machado cita que “está se referindo ao mesmo esquema ilícito de pagamento de vantagens indevidas a políticos, seja no Poder Executivo, seja no Poder Legislativo”. O trecho está na página 85 da delação.

Em outro trecho, Arthur também é citado como participante de uma reunião para escolher o novo presidente da Câmara dos Deputados. “Fernando Henrique Cardoso não queria que o PSDB disputasse a presidência da Câmara porque tinha medo de fissuras na sua base política; que contra a vontade de FHC, foram feitas diversas reuniões na casa do depoente (Sérgio Machado), juntamente com o senador Teotônio Vilela, os deputados Aécio Neves e Arthur Virgílio e o depoente para articularem a candidatura de Aécio a presidência da Câmara”, diz Machado.

Sobre o senador Eduardo Braga, Machado afirma ter ouvido de diversos senadores nas reuniões na casa do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) “que o grupo JBS (Friboi) iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões (...) que essa doação seria por meio da JBS, que no que diz respeito ao PMDB, seriam contemplados por doações da JBS diversos Senadores, dentre os quais: Renan Calheiros, Jader Barbalho, Romero Jucá, Eunício Oliveira, Vital Do Rego, Eduardo Braga, Edison Lobão, Valdir Raupp, Roberto Requião e outros”.
Procurado, o secretário de Comunicação da Prefeitura de Manaus, Célio Junior, não comentou o assunto. A assessoria de imprensa do senador Eduardo Braga afirmou que irá emitir uma nota oficial.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.