Header Ads

Herança da Presidenta Inocenta - Petrobrás reportou prejuízo líquido de R$ 16,458 bilhões no trimestre de julho a setembro deste ano

BRASIL - A Petrobrás reportou prejuízo líquido de R$ 16,458 bilhões no trimestre de julho a setembro deste ano, quatro vezes maior do que a perda de R$ 3,759 bilhões registrada no mesmo período de 2015 e que reverte lucro de R$ 370 milhões no trimestre imediatamente anterior. O resultado - o terceiro maior prejuízo trimestral da estatal desde, ao menos, 2006 - também contrariou as expectativas dos analistas, que previam lucro acima de R$ 1 bilhão no período.
Imagem da Refinaria de Pasadema comprada pela Presidenta Inocenta

A estatal admitiu perdas (impairments) no valor de ativos e investimentos de R$ 15,7 bilhões no terceiro trimestre e de R$ 17,187 bilhões no ano em decorrência da valorização do real ante o dólar - considerado pela petroleira o fator de maior peso - e da baixa dos preços internacionais do petróleo. Sem esses efeitos, a Petrobrás estima que teria um ganho de quase R$ 600 milhões.

A petroleira registrou ainda um prejuízo operacional de R$ 10,032 bilhões, revertendo, assim, lucro visto no mesmo período do ano passado (R$ 6,045 bilhões) e também o lucro observado no trimestre imediatamente anterior (R$ 7,184 bilhões).
O material de divulgação referente ao terceiro trimestre de 2016 aponta que o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, uma medida para a geração de caixa) ajustado da petroleira foi de R$ 21,603 bilhões, alta de 39% em relação aos R$ 15,506 bilhões apurados entre julho e setembro de 2015 e de 6% ante os R$ 20,317 bilhões reportados no segundo trimestre deste ano.

A receita de vendas somou R$ 70,443 bilhões no período, o que significa uma queda de 14,34% frente aos R$ 82,239 bilhões gerados no terceiro trimestre de 2015 e baixa de 1% comparado aos R$ 71,320 bilhões no intervalo de abril a junho.

O resultado financeiro líquido da estatal ficou negativo em R$ 7,122 bilhões no trimestre encerrado em 30 de setembro de 2016, ante o número negativo de R$ 11,444 bilhões de igual trimestre de 2015 e de R$ 6,061 bilhões observados entre abril e julho de 2016.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.