Header Ads

CHUMBO GROSSO DE LUTO - Diretor presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou, acaba de falecer em São Paulo

LUTO - Morreu na tarde desta quarta-feira (14), aos 87 anos, o jornalista e presidente da emissora Rede Amazônica, Phelippe Daou. Ele morreu em decorrência de infarto. O jornalista estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.
Em 1968, os jornalistas e empresários Phelippe Daou, Milton Magalhães de Cordeiro, e Joaquim Margarido fundaram a Amazonas Publicidade (hoje Amazonas Distribuidora), com o objetivo de implantar um conglomerado de mídia no Amazonas. No mesmo ano, os empresários recebem a notícia de que o MiniCom iria abrir uma concorrência pública para implantar uma emissora de televisão na cidade de Manaus. Nesta época, existia a T Ajuricaba (hoje Boas Novas Manaus), e entrava em fase de implantação a TV Baré (hoje TV A Crítica).

Em julho de 1969, após examinarem detalhadamente o edital de concorrência, os empresários Phelippe, Milton e Joaquim decidiram concorrer a licitação do canal 5. Em 1970, a Amazonas Publicidade venceu a licitação e ganhou a outorga do canal 5, tendo um prazo de dois anos para iniciar as suas operações. Foi dado ali o primeiro passo para a implantação da TV Amazonas.

Os primeiros estúdios da emissora funcionaram na Avenida Carvalho Leal, 1270, no bairro da Cachoeirinha, que hoje abriga a Fundação Rede Amazônica, desde o ano de 2003. O parque de transmissão da emissora foi construído na Avenida André Araújo, 1555, no bairro do Aleixo, onde hoje funciona a sede da emissora. No dia 10 de agosto de 1972, foi levado ao ar pela primeira vez o sinal do Canal 5, em fase experimental

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.