Header Ads

Lula pede uma indenização de R$ 1 milhão, além da condenação. Os advogados classificaram a reportagem contra a Editora Três Ltda como mentirosa e sensacionalista.

BRASIL - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com uma ação na Justiça contra a Editora Três Ltda, responsável pela IstoÉ, pedindo reparação de danos morais por conta de uma matéria que a revista publicou nesta semana com o título “Levei mala de dinheiro para Lula”, acusando o petista de ter facilitado um contrato entre a Petrobras e a Camargo Correia.


De acordo com o IG, a defesa do ex-presidente pede aos acusados, que são a editora, Sérgio Pardellas, Germano Oliveira e Davincci Lourenço de Almeida, uma indenização de R$ 1 milhão, além da condenação. Os advogados classificaram a reportagem como mentirosa e sensacionalista.

Davincci, que foi colocado como fonte da reportagem, é questionado pelos advogados, que o consideraram uma “pessoa cujo histórico de vida contempla outros atentados contra a honra alheia”. Ele ficou conhecido com vídeos polêmicos publicados na internet. Em um deles, Lourenço pede intervenção militar.

“IstoÉ foge à responsabilidade de uma imprensa séria, preocupada em apurar a verdade dos fatos. Mais do que isso, afronta os direitos à personalidade que são assegurados a Lula pela Constituição Federal” disseram os advogados Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira no texto, destacado pelo IG.


Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.