Header Ads

Governador Mita e humilha Prefeito de Manaus – Dorminhoco "Me ajude a baixar o preço da passagem do ônibus. Me ajude a tapar os buracos das ruas de Manaus", respondeu o governador Davi Almeida ao prefeito Artur Neto.

AMAZONAS - O governador David Almeida (PSD) reagiu nesta segunda, dia 31, com críticas pessoais e à gestão do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), sobre carta que este enviou ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), neste final de semana.

"Se o senhor quer brigar, eu vou responder a carta dele às 16 horas que é a hora que ele acorda para trabalhar. Eu acordo quatro horas da manhã e não tenho tempo pra brigar. Muito obrigado”, disparou Davi Almeida.

video


Nessa mensagem, Arthur aponta que Davi vem “usando levianamente” o nome do ministro para antecipar que no dia 3 de agosto ele vai suspender de novo as eleições diretas no Amazonas.

O prefeito aponta o “governador tampão” como o líder do movimento pelas eleições indiretas, que “vive a fixação de se manter no poder a qualquer preço”, e que desperdiça seus dias “batendo perna em caríssimos escritórios de advocacia de Brasília”.

Davi estaria espalhando que “está tudo certo para o dia 3 e o cancelamento das eleições diretas”.
Na resposta a Arthur, David disse que não leu a carta, mas que não quer brigar com o prefeito. E o provocou:
“Vou responder a carta dele às 4 horas da tarde, que é a hora que ele acorda para trabalhar. Eu acordo 4 da manhã e não tenho tempo para brigar”, afirmou.
Eis a íntegra da resposta do governador Davi Almeida ao prefeito Artur Neto:
“Eu sinceramente não li. Eu estava ontem em Parintins e me disseram. Cartinha de Facebook. Eu quero dizer ao prefeito que o povo do Amazonas cansou dessa política. 

O povo do Amazonas não aguenta mais esse tipo de gente. O cara diz que briga com um, amanhã está junto com aquele que brigou. Na eleição se é conveniente, se junta de novo. O cara passou a vida toda brigando com o atual candidato dele. Prefeito, eu quero te chamar para cuidar de Manaus. 

Me ajude a baixar a passagem do ônibus. Eu te chamei na primeira semana a ajudar o povo de Manaus. Eu não quero brigar com você. Eu quero ajudar a população do meu estado. Você que quer brigar, encontre alguém para brigar. Eu quero brigar contigo, mas para enfrentar os problemas dos buracos de Manaus. Nós estamos acessando recursos de R$ 300 milhões de reais. Se o senhor me permitir, me permita ajudar zona leste, ajudar o senhor a tapar os buracos. 

Se o senhor quer brigar, eu vou responder a carta dele às 16 horas que é a hora que ele acorda para trabalhar. Eu acordo quatro horas da manhã e não tenho tempo pra brigar. Muito obrigado””, disparou Davi Almeida.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.