Header Ads

HPS 28 de Agosto ganhará ambulatório de Pé Diabético e atendimento de acupuntura para pacientes de ortopedia

Pacientes portadores de Pé Diabético irão ganhar mais um local para tratamento. É que num prazo de 20 dias, o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto irá inaugurar o Ambulatório especializado para este tipo de atendimento que irá funcionar em um anexo ao hospital. O pé diabético é um problema de saúde decorrente da diabetes e é causado por uma ferida que não cicatriza e infecciona, tornando-se uma úlcera diabética.



De acordo com o diretor do Hospital 28 de Agosto, Paulo Mendonça Júnior, o principal objetivo com a criação do novo ambulatório é reduzir o número de pacientes internados e também o número de amputações. Hoje 62 pacientes de Pé Diabético estão internados e fazem tratamento naquela unidade hospitalar. A ideia é que esse número possa cair para 20.



“O Ambulatório  vai melhorar a assistência ao paciente, vai diminuir o tempo de internação, além de melhorar também a comunicação do profissional com o paciente trazendo mais conscientização com o cuidado do próprio paciente e da família. E, a partir do momento que nós conseguirmos fazer todo esse tramite no ambulatório, a gente espera diminuir o tempo de internação pela metade e diminuir o custo intra hospitalar”, destacou o diretor.

Paulo Mendonça esclarece que a maioria dos pacientes internados atualmente no HPS 28 de Agosto se dá em função de curativos. “A maioria dos pacientes está internado por problema relacionados a curativos porque não tem como fazer curativo em casa e não tem como ficar internando a cada dois ou três dias para ficar fazendo curativos. E, com o novo ambulatório, eu consigo fazer o acompanhamento a cada dois ou três dias e até supervisionar se esse paciente vai precisar internar ou não. Então, a partir do momento que você traz essa metodologia, você consegue evitar que esse paciente tenha aumento de uma infecção grave em casa e acabe sendo internado novamente para fazer amputação”, explicou. 

O diretor destacou ainda que o outro objetivo com a criação do novo ambulatório é reduzir o número de amputações que hoje é muito grande nos pacientes com Pé Diabético. “A partir do momento que nós conseguirmos integrar a rede básica à unidade principal (28 de Agosto) com esse ambulatório, a gente acredita que vai melhorar muito a assistência, diminuir as complicações com o pacientes, se Deus quiser, no futuro expandir para as outras unidades”, revelou Paulo Mendonça Jr.

Com o novo Ambulatório, a intenção da direção do HPS 28 de Agosto é de aumentar de 240 atendimentos por mês para 500 pacientes atendidos.

O anúncio da criação do novo ambulatório foi bem recebida por dona Tereza Saldanha, 69 anos. Ela havia saído do hospital e teve que voltar a ser internada depois que teve nova infecção nos ferimentos.

“Essa notícia é muito boa porque eu vou poder vir só para fazer os curativos e voltar para a minha casa. Isso vai ajudar bastante porque vamos economizar os gastos com alimentação e transporte e também porque vai dar vagas para outras pessoas que estão precisando de uma internação mais do que eu”, reforçou a paciente.

Acupuntura

A grande novidade para os pacientes que são atendidos pelo HPS 28 de Agosto é que o novo Ambulatório de Pé Diabético irá oferecer o atendimento em acupuntura (ramo da medicina tradicional chinesa que consiste na aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo para obter diferentes efeitos terapêuticos, conforme o caso tratado) para pacientes de ortopedia que possuem algum tipo de alergia a alguns medicamentos.

“O objetivo principal do ambulatório é a assistência ao paciente com Pé diabético com ferimento, além da orientação e assistência, mas como se trata de um espaço grande, a novidade vai ser a acupuntura, principalmente, para os pacientes que chegam aqui com um quadro de lombalgia intensa, pacientes que chegam com dores articulares intensas que só o medicamento, às vezes, dá um pequeno alívio. Mas, com a acupuntura, a gente vai conseguir dar um alívio maior a esse quadro de dor, além daqueles pacientes que têm quadro alérgico e que não podem tomar determinados medicamentos. Nesses casos, a acupuntura vai ser mais um valor agregado a esse cuidado no tratamento desse paciente”, explicou Paulo Mendonça.

O diretor antecipou que o atendimento em acupuntura também será levado para dentro do HPS 28 de Agosto, dependo dos casos específicos, não ficando o serviço restrito apenas aos pacientes do ambulatório. “Caso haja um parecer solicitado dentro da unidade (HPS 28 de Agosto), os profissionais em acupuntura também vão entrar no hospital e fazer o atendimento, ou seja, a acupuntura não vai funcionar apenas no ambulatório. Então esse vai ser um grande diferencial no atendimento ao paciente de urgência e emergência”, revelou o médico.

Paulo Mendonça Júnior ressaltou que os novos serviços a serem oferecidos com o novo ambulatório irão proporcionar mais oportunidade de empregos para profissionais da área de saúde. Além disso, o HPS 28 de Agosto passa por melhorias e nos próximos dias, estará inaugurando o novo atendimento que passa por reformas.

Com um aparato de pouco mais de dois mil funcionários, o HPS 28 de Agosto possui o maior número de atendimentos de pacientes em todo o Estado do Amazonas: uma média de 30 a 35 mil pessoas são atendidas por mês na unidade hospitalar que é referência em atendimento a pessoas queimadas e também no atendimento a pacientes com Pé Diabético.    

FOTOS: Valdo Leão

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.