Header Ads

Governo do Amazonas injeta R$ 213 milhões na economia com pagamento do 13º dos servidores e abono do Fundeb aos professores e determina prazo para entrega de trecho da AM-070 e da Avenida das Torres

AMAZONAS - Aproximadamente R$ 213 milhões é quanto o Governo do Amazonas está injetando na economia com pagamento de mais 30% do 13º Salário dos servidores públicos estaduais e de uma das parcelas correspondentes a sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) que está sendo rateado entre professores e pedagogos da Rede Estadual de Ensino. O pagamento será feito na forma de abono salarial.
Somente do rateio do Fundeb serão pagos, na próxima quarta-feira, dia 20 de setembro, R$ 118 milhões, correspondentes a 50% de R$ 236 milhões que o Governo Federal repassou ao Estado. Nestas quinta (14) e sexta-feira (15) foram pagos R$ 95 milhões relativos a 30% do 13º Salário a aproximadamente 100 mil servidores. Em junho, o governo já havia adiantado R$ 30% do décimo.
“Resolvemos dividir o abono do Fundeb, que já está em caixa, em duas vezes. Uma paga agora e a outra ficando para o próximo governador. O recurso está garantido e, com certeza, fará uma grande diferença na vida financeira de milhares de famílias dessa classe de servidores tão valorosa, que é a da educação”, disse o governador David Almeida.
O abono do Fundeb foi anunciado em agosto pelo governador e o valor destinado para a categoria será de R$ 236 milhões. O pagamento será feito de acordo com a carga horária que pode ser de 20, 40 e 60 horas. Os profissionais que atuam com carga horária de 20 horas devem receber aproximadamente R$ 6 mil, e os que trabalham com 40h e 60 horas, devem receber respectivamente, R$ 12 e R$ 18 mil, valores estes que serão pagos em duas parcelas.



O governador David Almeida deu esta semana um prazo para entrega de duas importantes obras de infraestrutura na capital e na região metropolitana. Um trecho de aproximadamente 10 km da Rodovia Manoel Urbano, a AM-070, será entregue em até dez dias, segundo o governador. Já na capital, um trecho do prolongamento da Avenida das Torres também será entregue em até 15 dias, segundo o governador que esteve nesta sexta-feira, 15, visitando esta obra em dois trechos. 

Em passagem por diversos trechos da avenida das Torres, o governador acompanhou os trabalhos e deu a ordem para que, a partir da próxima semana, a uma parte da obra de um quilômetro, que compreende os Conjuntos Galiléia e Renato Souza Pinto, conhecido também como Baixada Fluminense, já comece a receber a camada asfáltica. No local, as máquinas trabalham em ritmo acelerado.

“Hoje essa área aqui já vai ser imprimada e na segunda ou terça-feira já estará asfaltada, bem como o outro trecho que compreende do Renato Souza Pinto até a Nova Cidade. Portanto, nós vamos tentar dar o máximo possível de celeridade para entregar o maior número de vias pavimentadas e asfaltadas para que nós possamos ajudar a melhorar o trânsito da nossa cidade de Manaus. Já na semana que vem isso aqui estará asfaltado”, destacou.

Para o governador David Almeida, acompanhar as obras na Avenida das Torres é um compromisso de sua gestão. Foi nesta obra que o governador deu a primeira ordem de serviço no dia 15 de maio, após assumir o Governo do Estado.  “Esse local é simbólico, pois foi aqui que nós demos a nossa primeira ordem de serviço. Quando nós viemos aqui não existia a passagem de nível. Nós já estamos com um lado entregue onde os carros estão passando e esse segundo lado será entregue nos próximos dez dias. Nós vamos liberar essa parte para o tráfego e, lá do Santa Etelvina até a passagem de nível da Timbiras, nós vamos liberar o trânsito, assim como daqui até o conjunto o Galiléia”, explicou.

​​
Rodovia AM 070 - As obras de duplicação da Rodovia Manoel Urbano seguem em ritmo acelerado desde que foram retomadas pelo governador David Almeida no dia 16 de maio, duas semanas após o início de sua gestão. Após a retomada das obras os trabalhos se concentram nos serviços de drenagem superficial e profunda, base, sub-base e aplicação do revestimento asfáltico do Km 20 ao Km 35.

Há duas semanas, durante visita as obras de recuperação de ramais em Iranduba e Manacapuru, o governador também acompanhou os trabalhos de duplicação da rodovia e destacou o ritmo impresso por sua gestão.

"O Governo não para e um dia para mim é muito tempo de trabalho e nós vamos continuar trabalhando até o último dia. Estivemos na AM-070 onde falta apenas um quilômetro para podermos concluir esta obra. Daqui a dez dias nós vamos entregar esta estrada duplicada até o quilômetro 35. Toda ela com meio fio, sarjeta e sinalizada. Vamos entregar para a população da cidade de Manaus, Manacapuru e aos moradores aqui do Médio Solimões", destacou.

Ainda dentro do plano de trabalho estão contemplados a continuação dos serviços de arqueologia com a finalização dos relatórios dos sítios Kemak e Ubim, já encaminhados ao Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), para liberação das áreas. O sítio arqueológico Capoeira dos Índios, o último situado na área da rodovia, encontra-se em serviços de levantamento topográfico.

Esses serviços, segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) fazem parte do pacote de obras que seguem para a finalização da obra de duplicação do Km 20 ao Km 35, onde se situa a ponte sobre o rio Ariaú. Nesse trecho, 34 km já estão duplicados e pavimentados e os demais  encontram-se com os serviços de base, drenagem, pavimentação asfáltica e regularização de taludes para plantio de grama.

Além disso, de acordo com a Seinfra, será dada continuidade à construção de nova ponte sobre o rio Ariaú no segmento duplicado da rodovia. Ainda em 2016, foram iniciados os serviços de cravação das estacas para a construção da ponte sobre o rio Ariaú, paralela à já existente, porém devido ao período chuvoso e à subida do rio, os serviços foram descontinuados. Como o nível das águas no local baixou dentro do esperado, os serviços de terraplanagem na cabeça da ponte foram retomados, sendo dada continuidade, também, ao estaqueamento da ponte. Com a retomada das frentes de trabalho, os serviços de duplicação da AM-070 estão em andamento também entre os quilômetros 35 e 38.



​​
Avenida das Torres –  Nesta via as obras se concentram em três trechos: 2, 3 e 4. Quando totalmente finalizada, serão 17 km de extensão que vai diminuir o consumo de combustível e o tempo gasto pela população dessas zonas no trânsito.

No trecho 2, a construção da primeira trincheira pela Avenida Timbiras já está em funcionamento na parte superior do acesso. Na parte inferior, foram construídas as cortinas laterais da passagem de nível e execução dos serviços de concretagem do piso da trincheira e do concreto projetado do muro de contenção da passagem subterrânea, bem como os serviços de pintura das paredes e execução das calçadas da trincheira da Avenida Timbiras.

Atualmente, o trecho recebe a continuação da construção do muro por fora da trincheira, bem como os serviços de terraplanagem e drenagem no trecho entre a Avenida Timbiras até a Avenida Noel Nutels. Além disso, também já está sendo realizado o serviço de perfuração das estacas raiz e hélice da trincheira da Avenida Noel Nutels. Este trecho está com percentual físico em 49% de obra concluída.

Essa construção faz parte do trecho 2, que terá 1,2 km de extensão, e está situado entre a Avenida Timbiras e a Rua Curió, passando pela lateral do Parque Estadual Sumaúma, na Cidade Nova I. A outra trincheira será construída na Avenida Noel Nutels, sob o Terminal de ônibus da Cidade Nova I, o T3. Quando estiverem prontas, as duas trincheiras darão lugar às passagens subterrâneas sob a Avenida Timbiras e sob o T3.

O trecho 3, fica localizado entre a Rua Curió, na Cidade Nova I, até o Igarapé do Passarinho, no Monte das Oliveiras, Conjunto Nova Cidade. Está em fase de terraplanagem e sendo executado o serviço do sistema de drenagem no trecho entre a Avenida Fênix e o Igarapé do Passarinho. O trecho entre o igarapé do Passarinho até a Avenida Margarita já recebeu a primeira camada de pavimentação asfáltica, bem como está recebendo asfalto nas alças do Igarapé do Passarinho, e os serviços de meio-fio, calçada e sarjeta estão em fase de conclusão. Quando concluído, o trecho terá 1,7 km de extensão.

Já no trecho 4, que liga o Igarapé do Passarinho até a Avenida Margarita, uma parte dele já recebeu a primeira camada de pavimentação asfáltica e já foram lançadas todas as vigas protendidas. Atualmente está sendo construído o muro de contenção da trincheira da Avenida Margarita, serviço de terraplanagem na alça da trincheira, e concretagem do tabuleiro da segunda pista. Esses dois trechos apresenta um percentual físico de obra concluída de 79%.​

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.