Header Ads

PT não quer concorrente corrupto para Lula e Dirceu e vai expulsar Antonio Palocci (O dedo duro)

BRASIL - Um dia depois de serem divulgadas novas acusações de Antonio Palocci contra o ex-presidente Lula, o Diretório do PT de Ribeirão Preto (SP) anunciou neste sábado que vai abrir processo para expulsão do ex-ministro dos quadros partidários.
O assunto será tratado em uma reunião extraordinária da executiva local na noite da próxima segunda-feira.
A decisão de abrir o processo foi tomada, segundo o presidente do PT de Ribeirão, Fernando Tremura, depois de orientação do Diretório Estadual, que é presidido por Luiz Marinho, um dos principais amigos de Lula na política.
Convocamos uma reunião extraordinária da executiva que deve determinar que a comissão de ética abra um processo - disse Tremura, que revelou também estar sofrendo cobrança da base partidária para uma punição ao ex-ministro.

Na sexta-feira, a revista “Veja” revelou que, em sua negociação de delação premiada, Palocci disse ter feitos entregas de dinheiro em espécie para Lula. A informação foi confirmada pelo GLOBO.

Depois da instalação do processo, a comissão de ética vai questionar o ex-ministro, que terá um prazo para apresentar as suas justificativas sobre as acusações.

Vamos abordar as declarações dele no depoimento - disse o presidente do PT de Ribeirão.
Como não tem cargo de parlamentar ou no Executivo, o processo de expulsão do ex-ministro deve ser conduzido pelo diretório da cidade onde é filiado e não pelo comando nacional do partido. Apesar disso, a situação de Palocci também deve ser discutida na reunião do diretório nacional do partido, que será realizada na quinta-feira e na sexta-feira, em São Paulo.
Palocci foi prefeito de Ribeirão Preto por duas vezes, além de vereador na cidade.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.