Header Ads

Segurança Pública em destaque no Amazonas, inauguração sede da Divisão de Perícias Externas do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Honra ao Mérito aos Policiais Civis, e o lançamento do projeto “Minha Primeira Identidade”

AMAZONAS - O governador do Estado do Amazonas, David Almeida, inaugura, no dia 26 de setembro (terça-feira), às 14h, a sede da Divisão de Perícias Externas do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Amazonas.
As obras no prédio foram realizadas graças ao repasse financeiro de aproximadamente R$ 230 mil do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), por meio de convênio.

O evento marca a restruturação da perícia do Amazonas, que recebeu neste ano cerca de R$ 2 milhões em investimentos do Fundo de Promoção Social (FPS) do Governo do Estado, para compra de insumos e equipamentos, que vão permitir a realização de laudos periciais, dentre eles, exames de DNA, além da implantação de novos projetos.

Anualmente, o DPTC, por meio dos seus Institutos: de Identificação (II), Médico Legal (IML) e de Criminalista (IC) emite, em média, 76 mil laudos, e realiza 280 mil exames, destaca o diretor do DPTC, Jefferson Mendes.  “Esses laudos são fundamentais para esclarecer todos os tipos de crimes, especialmente os crimes contra a vida, que são a maior demanda. Na prática, a perícia garante Justiça ao cidadão, seja para esclarecer crimes, comprovando a culpa ou inocência de acusados”, disse.

Com a entrega do prédio, o DPTC poderá concentrar em um só lugar, e em regime de plantão, os serviços de perícia técnica, além de agilizar o atendimento às Polícias. O prédio, localizado na avenida Noel Nutels, Cidade Nova II, no Complexo do Instituto Médico Legal, é todo planejado para dar maior qualidade aos serviços executados pelos peritos.

De acordo com Mendes, o local representa uma conquista para o setor, que há 26 anos aguardava pelo espaço, fundamental para o atendimento a ocorrências de crimes contra vida e patrimônio, crimes de trânsito e crimes ambientais.

Ele destaca que o recurso para a obra, oriundo de um termo de convênio com o Detran-AM,  viabilizará uma estrutura com sala de triagem de amostras coletadas em locais de crimes, sala de discussão de casos de perícia, biblioteca, salas para confecção de laudos, além de um ambiente humanizado, com salas de conforto, copas e sala de tv’s.

Investimentos
Nos últimos dois anos, o investimento para a Perícia Criminal do Amazonas aumentou cerca de dez vezes mais do que em anos anteriores, o que facilitou a aquisição de insumos, novos equipamentos, além de viaturas customizadas para a prática pericial no Amazonas.

Durante a entrega do prédio serão entregues, ainda, equipamentos como: computadores, câmeras fotográficas, televisões, data show, e outros que irão auxiliar o trabalho desenvolvido pelos peritos do DPTC.

MAIS INVESTIMENTOS
O Departamento de Polícia Técnico-Científica aguarda, até dezembro, a chegada de equipamentos mais modernos e de alto nível para a Perícia Criminal do Amazonas. A aquisição está em processo de licitação.

Jefferson Mendes destaca que o apoio do Fundo de Promoção Social e o do Detran-AM representou o início de uma nova fase da perícia no Amazonas. “O repasse de R$2 milhões ao DPTC garante que o trabalho seja feito com 100% dos insumos necessários para garantir o direito do cidadão”, disse.

Com o recurso foi possível iniciar a implantação do laboratório de análise e métodos instrumentais para pesquisa e drogas de sintéticas, a ampliação do Banco de Perfis Genéticos de Vestígios de Crimes sexuais, a Ampliação do Banco de Perfis Genéticos e crimes hediondos, a identificação de crianças e adolescentes nas escolas de ensino básico da zona Metropolitana e abrigadas de acolhimentos, além da aquisição de  insumos de laboratório de DNA.

Policiais civis são homenageados com certificado de Honra ao Mérito em cerimônia promovida pela direção da OAB-AM
O delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Frederico Mendes, e o delegado-geral adjunto da instituição, Ivo Martins, receberam na noite de quarta-feira, dia 20, no prédio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Seccional Amazonas, certificado de Honra ao Mérito, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à sociedade amazonense.


A cerimônia aconteceu no auditório da OAB-AM, situado na Avenida Umberto Calderaro Filho, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul da cidade. Durante o evento, 38 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores, também foram agraciados com certificados de Honra ao Mérito.


Comandado pelo presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, o evento contou ainda com a presença do delegado da Polícia Federal Sérgio Fontes, que atuou como secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) no período de janeiro de 2015 a agosto de 2017.  


Ao longo da cerimônia Marco Aurélio Choy destacou a importância da parceria entre a OAB-AM e a Polícia Civil, que vem demonstrando que o diálogo e o respeito mútuo, entre os dois órgãos, é uma importante ferramenta para a realização de trabalhos de excelência.


“É um momento de reconhecimento ao trabalho de grandes servidores públicos que colaboram não só com a advocacia amazonense, mas com a Segurança Pública do Estado. Essa é uma singela homenagem dos 13 mil advogados amazonenses, em reconhecimento a esses servidores públicos que desempenham um grande trabalho e, com certeza, servem de inspiração para os demais servidores públicos amazonenses”, pontuou Choy.

Homenageados da Polícia Civil do Amazonas:

Além do delegado-geral da Polícia Civil, Frederico Mendes, e delegado-geral adjunto da instituição, Ivo Martins, foram homenageados os delegados Adriano Felix, Carlos Augusto Monteiro, Daniel Leão, Filipe Lago, Guilherme Antoniazzi, Guilherme Torres, Ivone Azevedo, Joyce Pacheco, Marcelo Martins, Tarson Yuri, Temístocles Alencar e Torquato Mozer.

Os escrivães Adriana Lino, Hugo Daniel de Medeiros, Juscilene Machado, Marllon Ranyeri de Oliveira Lacerda, Paulo da Silva Cabete e Silvio Souza Santos, além dos investigadores Ado Evangelista Santos Nascimento, André Silva da Costa, Bajat Abrahim Neto, Domingos Guimarães, Elias Bindá de Carvalho, Fabrício Pontes de Araújo, Francisco Kleper Silva Souza, Jociel Andrade de Freitas, José Anísio Vasconcelos da Fonseca, Jules Rimet Duarte Barbosa, Marcel Magalhães Lago, Marcel Victor Catunda Rezende, Márcio Alves de Souza, Maria Salete Costa Correa, Markley Nogueira Lemos, Mauro Alves de Souza, Pedro da Cunha Ferreira e Sânio Afonso Navegante do Amaral também receberam certificados de Honra ao Mérito.

Governo do Estado lança projeto “Minha Primeira Identidade”
O Governo do Estado, lança no dia 25 de setembro o projeto “Minha Primeira Identidade”, coordenado pelo Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O projeto conta com apoio financeiro do Fundo de Promoção Social (FPS), que repassou R$ 180 mil para as ações da primeira fase.

O lançamento acontecerá na Escola Aldeia do Conhecimento Professora Ruth Prestes Gonçalves, localizada na avenida Noel Nutels, Cidade Nova, a partir das 9h. No local, cerca 600 cédulas de identificação serão emitidas aos alunos finalistas do educandário.

O “Minha Primeira Identidade” tem como objetivo a emissão da 1ª via da cédula de identidade a alunos da rede estadual de Ensino, devido à grande quantidade de alunos que deixa de participar de eventos escolares, olimpíadas e até mesmo de retirar o certificado de conclusão do Ensino Médio por não possuírem o Registro Geral (RG).

A meta é atender cerca de 100 mil estudantes das escolas estaduais, em todo o Amazonas. Na capital, 240 escolas vão participar do projeto, que também poderá ser aderido pelas Prefeituras.

Além do Fundo de Promoção Social, o projeto contará com a parceria da Secretaria de Estado de Educação e Ensino de Qualidade (Seduc), por meio do Departamento de Gestão Escolar (Degesc), e Ouvidoria Geral do Sistema de Segurança Pública do Amazonas.

SSP-AM registra queda nos índices de roubos a ônibus em setembro


Dados da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) apontam redução de 13,1% nos casos de assalto a ônibus em setembro, comparado ao mesmo período de 2016. Foram 219 assaltos a ônibus do dia 1 de setembro de 2017 neste ano e 252 em setembro de 2016.

Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (21) pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas, Carlos Alberto de Andrade, e representantes dos órgãos de Segurança, durante reunião com representantes de empresas do transporte coletivo no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

O secretário destacou as ações que vêm sendo realizadas pelos órgãos se Segurança e anunciou que será criado um banco de dados dos principais envolvidos com assaltos em Manaus. “Permitindo a identificação de assaltantes contumazes nós poderemos contribuir ainda mais com a Justiça, dando mais embasamento para prisões e permanência desses criminosos nas unidades prisionais”, explicou.

Operações - Desde o início do mês, as Forças de Segurança intensificaram a presença nas ruas, com Operações na capital e interior. A atuação do Sistema de Segurança (Polícias Civil, Militar, Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas e Corpo de Bombeiros) em ações integradas resultou na redução a criminalidade.

O secretário Carlos Alberto de Andrade,  ressaltou que  o problema é complexo, mas as ações integradas da SSP-AM, da Polícia Militar e da Polícia Civil já deram resultados. “As Operações somam esforços da Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Segurança e todos os demais órgãos do Sistema, em um objetivo principal, que é reduzir os crimes violentos na capital. Os dados mostram que essa unificação de esforços deu certo e precisa ser contínua na cidade”, disse.

Além de assaltos a ônibus, as operações inibiram outros crimes, segundo o secretário de Segurança. No período de 1° a 20 de setembro deste ano não houve registro de latrocínio, no mesmo período em 2016 foram seis casos.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel David Brandão, falou sobre a Operação Catraca, que teve efeitos positivos na redução da criminalidade. “Durante a Operação, que contou com apoio de policiais da Polícia Civil e Secretaria de Segurança, nós fazemos abordagens a ônibus, mas também a carros de passeios, a pessoas, e isso fez com que outros crimes também fossem inibidos, pois a presença das polícias nas ruas tem o poder de afastar os criminosos”, afirmou.


O secretário executivo-adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel Dan Câmara, destacou as ações que levaram à redução de assaltos a ônibus na capital. “As ações do Rota Segura as ações do projeto Anjo da Guarda, que envolvem monitoramento por meio de câmera e pronta-resposta dos órgãos, se mostram eficientes para inibir esse tipo de crime, o que precisamos é que cada vez mais as empresas possam aderir aos projetos”, disse.

FOTOS: Erlon Rodrigues/ Assessoria de Imprensa PC-AM

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.