Header Ads

Caiu a máscara da Globo, delator afirma que emissora moralista pagou propina

BRASIL - Testemunha do julgamento que tem como réus os ex-presidentes da CBF, José Maria Marin, da Conmebol, Juan Ángel Napout, e da Federação Peruana, Manuel Burga, Alejandro Burzaco, ex-CEO da empresa de marketing esportivo Torneos y Competencias, deu depoimento nesta terça-feira e incriminou emissoras de TV como participantes de um esquema de suborno a dirigentes para obtenção de direitos de transmissão.
E Burzaco colocou até a Globo no meio.
Além da emissora brasileira, Burzaco - segundo o site Bloomberg - citou as mexicanas Televisa e Fox Sports. O ex-executivo ainda citou a atuação das empresas Traffic e Mediapro.

O depoimento de Burzaco - segundo o Buzzfeed - ainda trouxe mais informações sobre a atuação de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, no recebimento de propinas. 

O ex-executivo, que admitiu culpa em novembro de 2015 e colabora com a Justiça dos Estados Unidos, citou que Teixeira ganhou suborno da T&T pela Copa Libertadores e Sul-Americana. O destino do dinheiro teria sido contas na Asia, Oriente Médio e Andorra.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.