Header Ads

Câmara Municipal de Presidente Figueiredo instala CPI da Educação para investigar contratações irregulares e contratos.

PRESIDENTE FIGUEIREDO - A Câmara Municipal de Presidente Figueiredo, aprovou na última quarta-feira (22), o relatório final da CPI da Educação, que investigou durante quatro meses, denúncias de nomeação de gestores escolares, que não pertencem ao quadro de servidores efetivos, bem como aos contratos diretos na educação.

A CPI que durou cerca de quatro meses e consumiu 12 reuniões, teve início em 09 de agosto de 2017, era composta pelos vereadores: Inês Sampaio - Presidente; Anderson Leal - Relator;
Odimar Cipriano – Membro e Simão Pacheco - Suplente.


Durante todo o processo de investigação, a CPI colheu mais de 15 depoimentos, entre eles, professores, gestores, secretários municipais e representantes de entidades de classe da educação.
Após a aprovação, a Câmara Municipal de Presidente Figueiredo encaminhará toda a documentação ao MPF - Ministério Público Federal, para que o órgão tome as devidas providências em relação aos desmandos no poder público daquele local.

Em toda sua existência, cerca de 36 anos, essa foi a primeira vez que a Câmara Municipal de Presidente Figueiredo instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI para investigar os atos do poder executivo.

Veja como votaram os vereadores:
A FAVOR:
Vereadora Inês Sampaio 
Vereador Fernando Vieira Jr
Vereador Assis Arruda
Vereador Jonas Castro 
Vereador Anderson Leal

CONTRA:
Vereador Simão Pacheco
Vereador Ricelli Pontes
Vereador Mário Roberto Caranha
Vereador Odimar Cipriano

FALTA JUSTIFICADA EM PLENÁRIO:
Vereador Marcos Nascimento

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.