Header Ads

O Blogueiro polêmico que apoiou o Prefeito de Manaus Arthur Neto pede a cassação da Ver. Joana D'arc Cordeiro(PR-AM), opositora do Prefeito, por quebra de decoro, entre as denúncias estão, funcionários fantasmas em seu gabinete e desvio de função.

MANAUS - O Blogueiro Marcelo Generoso protocolou, nesta segunda-feira (6), no gabinete da presidência da Câmara Municipal de Manaus (CMM) um pedido de investigação contra a vereadora Joana D’arc Cordeiro (PR). A parlamentar é acusada pela ex-servidora Rose Aguiar de exploração da mão de obra e desvio de função.
Blogueiro fez campanha para Arthur Neto opositor de Joana D'arc

No documento de 200 páginas consta, também, denuncia de que Joana D'arc mantem em seu gabinete supostos funcionários fantasmas e estaria cometendo fraude ao instruir sua funcionária a vender vacinas, dizendo que arcava com parte do prejuízo. 

Gabinete PET
A vereadora que tem por bandeira a proteção e cuidado com os animais abandonados pelas ruas, parece que não tem a mesma consideração por seus servidores. Na época em que trabalhava como assessora de Joana D'arc, Rose recolhia animais doentes nas ruas de Manaus, fora do expediente de trabalho até pela madrugada, indo assim,  contra o Estatuto do Servidor que estabelece seus direitos  de horário regulamentado por Lei. "Eu devia está a disposição da vereadora a qualquer hora essa era a ordem dada", disse Rose.

Em sua rede social a ex-servidora desabafou "Dormir 1h da manhã, acordar às 4h30 da madrugada, não almoçar pois não dá tempo, mais de 8hs de jornada... chorar com humilhações vindas de pessoas que nem te criaram e não tem capacidade e nem profissionalismo, vale a pena? Pra mim não! Acho que respeito é ótimo, tratar o outro com seriedade também! Infelizmente hoje em dia, aonde vamos, tem pessoas que não fazem curso algum, praticam o assédio moral na cara dura, fazem de tudo com o "pobre coitado" que precisa. Não não... não precisa ser assim."

Rose sempre fazia observações aos superiores de que era exaustiva essa jornada irregular de trabalho e conta que foi ameaçada de exoneração por não ter ido a uma reunião, sendo que a mesma informou que estava cuidando de um neto recém nascido que estava muito doente. Quem ameaçou de exoneração segundo Rose, foi Augusto Vinicius Salgado que na CMM se apresenta com crachá de assessor de Joana D'arc. "Como a pessoa tem um crachá da CMM sem ser de lá, já que ele está no gabinete do deputado Platiny Soares (DEM) , se isso não é crime, eu não sei mais o que é." questionou Marcelo Generoso

Assédio Moral
Expor alguém a situações humilhantes e constrangedoras durante jornada de trabalho é assedio moral e o caso da ex-servidora Rose Aguiar é apenas um diante de outros, muitos não denunciados. Em 2015, por exemplo, uma assessora que trabalhava na Casa Legislativa também sofreu assédio moral por parte de um vereador, na época, que hoje não está mais na Câmara.

"Desci para o plenário para trabalhar normalmente e quando cheguei o Vereador que estava brincando com outros vereadores já foi dizendo em tom de deboche pra mim: Eí você tem medo de falar as coisas pro teu vereador? Você não vê isso não? - referindo-se a uma postagem engraçada no facebook sobre o meu assessorado - e os demais vereadores rindo em uma roda de conversa", disse a ex-assessora que não quis se identificar.

Na época ela ficou muito constrangida e se sentiu humilhada. "Tenho anos de profissão, nada que manche minha conduta profissional e sempre tratei de forma educada e respeitosa o ex-vereador. Foi muito deselegante da parte dele questionar o meu trabalho na frente dos outros parlamentares sendo que nem assessora dele eu era." desabafou.

"Angustiada, no mesmo dia,  procurei a delegacia que fica ao lado da Câmara para denunciar o assédio moral, mas o delegado plantonista pediu para eu pensar bastante por se tratar de um político, aí desisti de fazer o B.O, porque, me senti sozinha sem nenhum apoio e neste país, infelizmente, nada acontece com políticos, então após dois dias pedi minha exoneração do gabinete do meu assessorado, pois fiquei muito decepcionada e dinheiro nenhum paga a humilhação que sofri por parte deste vereador que achou, na época, que poderia me execrar por ter imunidade parlamentar", ressaltou. 
Funcionários Ghosts
Voltando a denuncia contra Joana D'arc em relação a contratação de funcionários fantasmas (Ghosts) chama a atenção dois nomes. O do DJ Evandro júnior e de Gelson Albuquerque, pasmem, o conhecido "Guma", sim, o “garoto” propaganda e auxiliar do programa Alô Amazonas. Os dois estão na folha de pagamento da Joana Darc, mas trabalhar que é bom nada. Evandro foi categórico, nas redes sociais, que não trabalhava no gabinete e pediu várias vezes para ser exonerado, pois estaria tendo prejuízos, já Guma tem que decidir ou trabalha na Tv Acrítica ou na CMM que é período integral e trabalhar nos dois é humanamente impossível.
Fraude
Sobre a fraude:  Vazou um áudio que já está em poder do Ministério Público Estadual (MPE) e CMM, em que a Vereadora Joana D'arc orienta sua funcionária da seguinte forma: “Olha, a vacina vai custar 60 reais, a Vereadora vai pagar a metade, ou seja, 30 reais. Seria possível você arcar com os outros 30? A Vereadora já vai pagar a metade né?". O problema é que essa vacina custa no mercado em média de R$18,00 a R$ 20,00 reais, em tese, a parlamentar estaria lucrando de R$12,00 a R$10,00 reais  o que por si só já é uma imoralidade. 

Recordista em gastos
Joana lidera o ranking de gastos com “cotão”, além dessas denúncias, consta outra de que existe o aluguel de uma saveiro branca, agora, ninguém nunca viu essa saveiro. Seria possível que Joana D'arc estivesse usando o valor do aluguel para quitar sua S10? As denuncias com mais de 200 páginas entregues a presidência da CMM deve ir para o plenário onde segue os tramites legais. Se comprovada a quebra de decoro parlamentar e a improbidade administrativa , Joana D'arc perde o mandato e Mirtes Sales assume seu lugar.

Resposta da CMM
Em nota a Câmara Municipal de Manaus A CMM informou que todos os servidores da casa trabalham em período integral, e se for constada a irregularidade, a vereadora  responderá por quebra decoro e improbidade administrativa.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.