Header Ads

Portal dos Barés - Estratégias de segurança falham e 200 pessoas são roubadas por dia em Manaus

AMAZONAS - As estratégias de combate a criminalidade adotadas nos últimos anos pelos governos estaduais demonstram uma frenética escalada da violência em Manaus.
Por outro lado, os comandos da segurança pública não conseguem enfrentar, ou mesmo, criar planos para frear a triste realidade vivida pela população, 24hs por dia, em todos os cantos da cidade.

E esses são dados apenas do que é registrado oficialmente nas delegacias, sem levar em consideração as que não fazem boletins de ocorrência por pura e simplesmente não acreditar que vai resolver.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), de janeiro a setembro deste ano, uma média de 8,3 pessoas foram vítimas de roubos a cada hora nas ruas e avenidas da capital, uma média de 200 registros em 24h e mais de 54,3 mil crimes em nove meses. Nesses números não estão incluidos roubos de veículos e crimes de homicídio.

Para enfrentar a bandidagem, o atual governo anunciou que vai adotar medidas duras, ou seja, as mesmas criadas em administrações anterioes, com rondas ostensivas, blitzens de trânsito, fechamento de bares e etc... No dia 24, a SSP reativou o projeto Ronda no Bairro, que vai agender apenas a zona Leste, por enquanto, conforme garantiu o secretário Bosco Saraiva.

Analisando as estatísticas dos focos crimes da SSP, autoridades da área de segurança observam que os assaltos e furtos acontecem de dia, de noite e em todos os lugares da cidade, e a zona Norte - a mais habitada de Manaus - é a preferida dos criminosos, que roubaram, em nove meses, mais de 16,1 mil vitimas nas ruas e avenidas, nas casas e em estabelecimento comercial. 

O mapa da criminalidade da capital demonstra que, de janeiro a setembro, mais de 2,6 mil pessoas foram vítimas de assalto só no bairro Cidade Nova, na zona  Norte, o mais populoso da cidade. A zona Leste, onde funciona o Ronda no Bairro, aparece em terceiro lugar, perdendo para a área Central, que no mesmo período registrou mais de 2,3 mil ocorrências de crimes.

Para alguns especialistas ouvidos pelo Portal Dos Barés, o Rondo no Bairro tem 50% de chaces de não dar certo, por conta do tempo de readaptação e a zona escolhida para o projeto piloto. Outro fator é o baixo contingente policial na capital e o curto espaço de tempo que o governo tem pela frente.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.