Header Ads

Amazonino quer ajudar empresários do transporte coletivo e lascar a população de Manaus, que vai continuar pagando caro.

"Esse Santo quer reza, vai ajudar em troca de que", Chumbo Grosso

MANAUS - O governo Amazonino Mendes (PDT) quer dar às empresas de transporte coletivo, por um prazo de dez anos, isenção do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).
A mensagem governamental que trata do assunto já está na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM). Se aprovada, as empresas não precisarão pagar o imposto entre 2018 e 2027. O setor já contou com o benefício, que foi suspenso esse ano. O IPVA de um ônibus novo no AM custa em média R$ 5 mil.

Obrigação A aprovação da isenção pelo Legislativo Estadual não dispensa as empresas do pagamento de taxas, seguro DPVAT e do licenciamento anual.

Débitos  Na Justiça do Estado,  uma ação do Detran/AM cobra, desde março, R$ 12 milhões do setor de transporte coletivo de Manaus por dívidas em aberto com o departamento de trânsito, entre elas, licenciamento anual e multas.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.