Header Ads

PEDOFILIA - Nora acusa Desdo do Amazonas, Rafael Romano, de molestar a própria neta de 7 anos. Leia o depoimento completo.

AMAZONAS - O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Amazonas Rafael de Araújo Romano foi acusado nesta quarta-feira, dia 21, de abusar sexualmente de sua própria neta, hoje uma adolescente de 15 anos de idade.

Os estupros vinham acontecendo desde quando a menina tinha 7 anos de idade, denunciou a mãe da moça, a advogada Luciana Pires, que esteve hoje no Ministério Público Estadual (MP-AM) comunicando o caso e está percorrendo veículos de comunicação de Manaus para divulgar o caso.

Ela também publicou o fato em um post feito por volta das 16h desta quarta-feira em seu perfil no Facebook. No texto, ela pede socorro e chama o ex-magistrado de “monstro horroroso”.

Leia o post original

Boa tarde amigos
Vcs sabem q não sou de me expor, nem aqui nem em outros lugares… hoje venho fazer o contrário, venho expor a todos o horror q tenho passado nessa semana com o desabafo e o pedido de socorro de minha filha. Ela foi vítima da pior crueldade q uma criança pode passar, um monstro horroroso que na situação de AVÔ PATERNO usou disso p MOLESTAR, ABUSAR das piores formas possíveis da própria neta, dentro de casa, no convívio familiar onde pensamos q nossas crianças estariam em segurança.

Sim meus amigos o AVÔ o Desembargador aposentado RAFAEL DE ARAÚJO ROMANO molestava a própria neta ! Um monstro q se dizia honrado, honesto, defensor das crianças, é um PEDÓFILO desgraçado, um monstro q precisa ser tirado da sociedade.
Peço a todos vcs q lutem, que clamem justiça por Maria e q orem a Deus por ela ! 
Leia  o Depoimento Completo




Exploração sexual 
O desembargador Rafael Romano foi o relator da operação Estocolmo, ação conjunta das Polícias Civil e Federal, que desarticulou um esquema de exploração infanto-juvenil em 2012.
As investigações começaram após denúncia de familiares de uma das adolescentes aliciadas.
O Exército cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão contra integrantes de uma suposta rede de exploração sexual e rufianismo (obtenção de lucro por meio de exploração sexual) que atua em Manaus.
Romano também foi o autor do voto que levou à condenação de Adail Pinheiro (PRP) a onze anos e dez meses de prisão por pedofilia, em novembro de 2014.
FONTE: BNC

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.