Header Ads

Platiny dispara contra o “Desgoverno Desarruma Casa” de Amazonino Mendes, que liberou mais 2 milhões para Construtora do seu muro

AMAZONAS - O deputado Platiny Soares (PSL), alertou na manhã desta terça-feira (20) que a empresa MCW Construções e Terraplanagem LTDA, apesar de estar sob suspeita por realizar obra particular na casa do governador Amazonino Mendes (PDT), recebeu do Estado no último mês, um montante estimado em R$ 2 milhões.


De acordo com o parlamentar que apresentou representações junto aos órgãos de fiscalização e controle no Estado, para que sejam apuradas as transações financeiras que cercam a construção de um muro de arrimo, na residência do governador, que fica às margens do lago Tarumã, considerado área de proteção ambiental, o repasse requer atenção e também deve ser investigado.

“Estamos vigilantes a cada passo, a cada informação que obtivermos estaremos encaminhando ao Ministério Público Federal, órgão que nós demos entrada em uma das representações contra o governador Amazonino Mendes”, enfatizou Platiny Soares.

Para Platiny, Amazonino Mendes age como se tivesse administrando o Estado nos anos 90.

“O que temos é uma administração atrasada e desatualizada. Amazonino pensa que pode cometer os mesmos abusos cometidos nos anos em que foi governador. Na época em que a rede social não tinha a visualização que tem hoje, e não adianta usar qualquer jargão que tenha sido desenvolvido por uma estratégia de marketing, que o MPF inclusive já se pronunciou contra”, pontuou Platiny Soares.

Apenas promessas

As promessas distribuídas pelo governador Amazonino Mendes (PDT), aos praças da Polícia Militar do Amazonas, foram questionadas pelo vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Platiny Soares (PSL).

Segundo Platiny ao tentar “frear” as movimentações reivindicatórias da categoria, Amazonino mais uma vez, abriu seu baú de promessas, sem oficializar de fato qualquer medida.

“Ele prometeu liberar o pagamento da data base, prometeu dar andamento às promoções, revogando o parecer da Procuradoria Geral do Estado, que pede o fim da Lei 4.044, que assegura o direito a novas patentes dos policiais, mas na prática não vimos qualquer movimento nesse sentido”, analisou Platiny Soares.

Platiny alertou às associações e os praças, enfatizando a necessidade de estarem vigilantes.​

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.