Header Ads

COPA METROPOLITANA sub 18 – Quartas de finais

AMAZONAS - A primeira Copa Metropolitana de Futebol Sub 18, chega às quartas de finais, no próximo fim de semana, 21 e 22 de abril.
A Competição iniciou com 12 equipes, divididas em três grupos com 4 equipes. Classificaram-se para as quartas de finais os dois primeiros colocados de cada grupo e ainda os dois segundos colocados no geral.

Os municípios de Careiro da Várzea, Iranduba, Rio Preto da Eva e Manacapuru já receberam jogos, além da capital Manaus. No próximo fim de semana.

Sábado :   15h – Estádio Carlos Zamith -     Nacional                   x Careiro  

Domingo:  14h – Estadio Carlos Zamith -    Nacional Borba      x Tarumã 
                     15h30                                             Sul América             x Estrela do Futuro
                     15h – Estádio Iranduba -            Operário                   x SevenMec

Não ter um futebol de base bem estruturado é o maior entrave para qualquer plano futuro no futebol amazonense.  Entre os motivos para o baixo de desenvolvimento e estagnação é a falta de intercambio. Os clubes que desenvolvem trabalhos na base do futebol, prestam também um importante serviço à sociedade em diversos sentidos, visto a crescente das mazelas sociais às quais crianças e adolescentes estão expostos diariamente.  No entanto o reconhecimento por parte da sociedade não é tão visível. É isso que pensa o coordenador geral da  1ª Copa Metropolitana Sub-18 de futebol, Nedson Silva.

 “É uma área que exige muito amor de quem atua nela. Sabemos da importância e por isso vamos buscando sempre novas alternativas para manter o trabalho em funcionamento”, explica. “Sem dinheiro é complicado, mas vamos nos virando e fazendo acontecer”, completa Nedson. 

O clube Sul América, sediado no bairro da Glória, zona Oeste de Manaus é um dos participantes da 1ª Copa Metropolitana sub 18. Para o técnico Marcelo Galvão competições como essa deveriam fazer parte do cotidiano das agremiações, mas com o descrédito dos profissionais, as categorias de base não recebem investimentos . “A base é única saída, tanto para fortalecer o futebol quanto para trazer os torcedores de volta aos estádios. Enquanto isso, buscamos oportunidades para prepararmos os nossos jovens”, finaliza.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.