Header Ads

David Almeida cobrará o governo "Desarruma Casa" na Justiça para que libere emendas parlamentares que beneficiaram mais de 15 mil jovens

AMAZONAS - O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida (PSB), disse na manhã desta terça-feira (29), que vai dar entrada nesta quarta-feira (30), em mandado de segurança contra o governo do Estado, caso ele não liberasse na terça os recursos das emendas parlamentares impositivas, que estão com o decreto pronto, mas não são liberadas pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para execução.

Uma das principais cobranças de David é quanto ao orçamento destinado para apoio ao 1º Campori de Jovens da União Noroeste Brasileira (Unob), da Igreja Adventista do Sétimo Dia. O evento que reunirá, aproximadamente, 15 mil jovens, terá a sua abertura realizada na noite desta quarta-feira (30), no Instituto Adventista Agroindustrial (IAAI), no quilômetro 74, da rodovia estadual AM-010, no município de Rio Preto da Eva, com a participação de jovens dos Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima.



“Nós vamos cobrar na Justiça para que o governador cumpra a Lei e respeite a iniciativa dos deputados, respeite a juventude deste Estado. Eu não vou me antecipar aqui para ver se vai sair ou não o recurso de apoio para a ‘Marchar para Jesus’, que são 800 mil pessoas, mas para esse evento de 15 mil jovens, parece se tratar de uma triste realidade de retaliação clara ao parlamentar, somente por ter feito esta indicação”, disse David



O deputado lembrou que há 30 dias tenta junto a Sefaz e a Secretaria de Cultura (SEC), a liberação da emenda parlamentar impositiva, destinada para o evento. Segundo ele, a emenda já está com o decreto pronto, mas até agora o governo não deu retorno. “Temos a informação que poderia ser liberado na semana passada. Na segunda-feira eu entrei em contato com o secretário, pedi ajuda do líder do governo com a esperança de que no dia de hoje o orçamento fosse liberado e que não prejudique os 15 mil jovens que se reunirão no Campori”, disse.



O presidente da Aleam disse ainda que nenhum deputado está pedindo favor ao governo, pro se tratar de uma norma aprovada pela Assembleia Legislativa. Segundo ele, o governo simplesmente se recusa a liberar o orçamento para esta atividade da juventude.



Foto: Dhyeizo Lemos



Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.