Header Ads

Já são 173 contrato firmado pelo governo Amazonino Mendes (PDT) sem licitação, incluindo os R$ 5,648 milhões inuteis para o Prefeito de Nova Iorque (EUA) Rudolph Giuliani, denuncia Sabá Reis

AMAZONAS - A prática de dispensa de licitações pelo Governo Estadual voltou a ser alvo de críticas do deputado Sabá Reis (PR) em seu pronunciamento nesta quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).
Desta vez, o deputado falou do contrato firmado, sem licitação, com a Giuliani Security & Safety, do ex-prefeito de Nova Iorque (EUA) Rudolph Giuliani, para a consultoria sobre segurança pública em Manaus.
“Esse já é o 173º contrato firmado pelo governo Amazonino Mendes (PDT) sem licitação”, destacou o parlamentar, informando que o documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do último dia 4 de maio, e estabelece o pagamento de R$ 5,648 milhões pelos serviços de consultoria para identificar medidas que tornem mais eficientes a repressão à criminalidade e desenvolvimento de todos os ramos envolvidos na persecução penal no âmbito do Estado.
“Precisa o Rudolph Giuliano ganhar quase R$ 6 milhões para dizer que é preciso colocar as delegacias desativadas para funcionar? Que se deve investir em iluminação pública?” exemplificou Reis, que durante seu pronunciamento apresentou um vídeo com imagens de delegacias fechadas, ruas e pontes às escuras, sem iluminação pública, presídios abandonados no interior.
Para o deputado, por mais competente que seja o consultor Rudolph Giuliani, não há tempo hábil para que seja desenvolvido o trabalho. “O governo deve arrumar a casa, e não deixar problemas, como esse, para o próximo governo”, concluiu.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.