Header Ads

Moro determina a prisão do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, na Operação Lava Jato

BRASIL - O juiz Federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, determinou há pouco a prisão do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, na Operação Lava Jato. A medida foi tomada após a decisão desta tarde do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre, que rejeitou o último recurso em segunda instância e determinou a execução provisória da pena de seis anos de prisão em regime fechado pelo crime de lavagem de dinheiro.

Ele cumprirá a pena no Complexo Médico-Penal (CMP), localizado em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Em março do ano passado, Delúbio Soares foi condenado a cinco anos de prisão por Moro na investigação da 27ª fase da Lava Jato, que apurou suspeita de fraude em um empréstimo realizado entre o pecuarista José Carlos Bumlai e o Banco Schahin. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a dívida foi quitada por meio da contratação do Grupo Schahin para operação do navio-sonda Vitória 10.000. O contrato custou à Petrobras US$ 1,6 bilhão. A investigação apontou Delúbio como solicitante do empréstimo pelo PT.

Após a condenação, a defesa e o Ministério Público recorreram ao TRF, que aumentou de cinco para seis anos a pena do ex-tesoureiro. Na sessão desta tarde, ao julgar o último recurso contra a condenação, a Oitava Turma entendeu que não há contradições capazes de anular a setença de condenação.

A Agência Brasil tenta contato com a defesa de Delúbio Soares.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.