Header Ads

Bolsonaro diz que deve formalizar em julho Magno Malta como vice

BRASIL - O pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) está prestes a fechar aliança com o PR, que pode indicar o vice na chapa – o senador Magno Malta (ES). Ao jornal O Globo, o ex-capitão do Exército disse que já tinha "sinal verde" do partido para levar a coligação adiante.
Ele também afirmou que Malta estaria disposto a abandonar o projeto de reeleição ao Senado para ser seu parceiro na disputa presidencial. A definição dependeria somente de uma reflexão pessoal de Malta, cujo resultado deve sair até meados de julho.

Ele mesmo (Magno), já me falou que o PR já deu sinal verde. Eu acho que até o dia 15 o Magno Malta se decide. Da minha parte está resolvido. Eu já falei sim, já pedi ele em casamento. Ele que está mudo — disse Bolsonaro, ao jornal O Globo.

Além de ser uma das siglas investigadas na Lava-Jato, com inquéritos abertos no Supremo Tribunal Federal (STF) envolvendo o ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM) e os deputados Milton Monti (PR-SP) e João Carlos Bacelar (PR-BA), o PR é liderado por Valdemar Costa Neto, condenado pelo envolvimento no escândalo do mensalão.

Caso se confirme a aliança entre os dois partidos, Bolsonaro terá esse ônus, mas, ao mesmo tempo, ganhará mais visibilidade na campanha. Sem o PR, o militar da reserva teria só oito segundos na propaganda eleitoral no rádio e na TV e direito uma inserção publicitária na programação a cada três dias. Com o PR, o tempo aumentará em 45 segundos por bloco, com duas inserções por dia.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.