Header Ads

Mauro Carlesse é eleito governador do Tocantins para mandato até o fim do ano

TOCANTINS - Mauro Carlesse foi eleito governador do Tocantins no segundo turno das eleições suplementares, que ocorreram neste domingo, 24, após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassar, em março, os mandatos de Marcelo Miranda (MDB) e de sua vice, Cláudia Lélis (PV), por arrecadação ilícita de recursos para a campanha de 2014.
Com 96,9% das urnas apuradas, Carlesse, que disputava a cadeira de governador com Vicentinho Alves (PR), tinha 75% dos votos.

O número de abstenção somava 344 mil, quase o total de votos de Carlesse (355 mil) e quase três vezes mais que o resultado de Vicentinho (118 mil votos).

Mauro Carlesse concorreu o pleito representando uma coalizão formada pelo PHS, DEM, PRB, PP, PPS, PMN e PTC. Paranaense, fez carreira como empresário no ramo agropecuário no Tocantins. Em 2014, foi eleito deputado estadual pelo PTB.

Vicentinho representava a chapa formada pelo PR, PPL, PROS, Solidariedade e PMB. Ele é senador pelo estado desde 2011. O político ficou em terceiro lugar nas eleições de 2010, mas assumiu uma cadeira no Senado com a cassação de Marcelo Miranda (MDB) naquele pleito. Ele foi prefeito de Porto Nacional, deputado estadual, governador e deputado federal.

Por determinação do Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE-TO), um efetivo de 130 homens do Exército fez a segurança das aldeias indígenas nas cidades de Miracema do Tocantins, Tocantínea, Pedro Afonso, Formoso do Araguaia e Goiatins.

Municípios
Mais sete municípios realizaram eleições suplementares neste domingo. Os eleitores de Santa Luzia (MG), Itanhomi (MG), Timoteo (MG), Cabo Frio (RJ), Rio das Ostras (RJ), Moju (PA) e Santa Cruz das Palmeiras (SP) voltarão às urnas, mas para eleger prefeitos e vice-prefeitos em substituição aos que foram cassados.

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.