Header Ads

Sem Lula (presidiário), Gleisi diz " Não deixaremos o Brasil na mão", só não disse que mão

BRASIL - A senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, voltou a defender a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como única opção do partido para o País retomar o desenvolvimento e sair da mais crise política e econômica de sua história.  


"Esperamos que a Justiça Eleitoral mantenha e resguarde os direitos eleitorais do presidente, inclusive agora na pré-campanha". 

Estamos com um pedido junto à Vara de Execução Penal, a juíza não tem se manifestado e nós, certamente, vamos recorrer disso porque ele está sendo prejudicado. Lula está com seus direitos políticos intactos, não estão suspensos", disse Gleisi, em entrevista ao jornal Diário Catarinense. 

Questionada o que acontecerá no momento em que o TSE for colocar os nomes nas urnas e a candidatura de Lula estiver impugnada, Gleisi disse que a decisão não foi tomada e sairá do ex-presidente Lula. 

"Vamos conversar com o ex-presidente. Vai caber a ele, principalmente, a primeira orientação sobre isso, de como proceder. Vamos discutir à luz da realidade. Tem essa hipótese e, se isso acontecer, o partido vai se reunir, conversar com o Lula e ver o melhor encaminhamento. 

Não deixaremos o povo brasileiro na mão", disse Gleisi. 

Nenhum comentário:

Patrocinador

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.